12 de março de 2013

6 NAÇÕES GUARDA VENCEDOR PARA ÚLTIMO DIA *

O dia 4 do Torneio das 6 Nações trouxe algum equilíbrio e nenhuma certeza quanto às posições finais. 

A Inglaterra segue invicta, mas uma difícil deslocação ao Millennium em Cardiff pode deitar a excelente campanha a perder. 
É, por isso, o País de Gales ainda um válido candidato ao ambicionado troféu. 

A França desespera no último lugar da tabela e sobreviveu a mais uma derrota apenas nos instantes finais contra a Irlanda. 
O regresso de Parisse espevitou a Itália que esteve perto de chocar Twickenham.
 

Escócia 18-28 Gales
Sam Warburton e Ryan Jones couberam no mesmo XV e que exibição de Gales a dominar o breakdown! 

Sortes diferentes, no entanto, para os jogadores com Warburton a arrecadar a honra de homem-do-jogo e Jones lesionado com alguma gravidade no ombro, mas foi bem substituído por Tipuric. 
Na Escócia o inspirador Jim Hamilton não se exibiu ao nível do jogo contra a Irlanda e deu uma penalidade fácil que colocou o acelerador nos galeses, o outro 2a linha Gray também saiu lesionado com gravidade. 
Ao intervalo o resultado ainda podia pender para qualquer dos lados com 12-13 com o único ensaio a vir do talonador galês Hibbard. 
Na segunda parte o defesa Halfpenny marcou 15 dos seus 23 pontos na partida contra 6 do abertura Laidlaw e a matemática pendeu para os forasteiros com o resultado final 18-28 que afastou a Escócia da luta pela vitória no Torneio.

Irlanda 13-13 França
Ainda no Sábado duas partes marcaram o jogo na Irlanda. 

Os britânicos começaram mais fortes, bem guiados pela bota de Paddy Jackson e Conor Murray. 
O capitão Heaslip deu o exemplo logo aos 10 minutos com um ensaio e mais duas penalidades até ao intervalo colocaram a França ainda só com derrotas em novo momento penoso. 
13-3 ao intervalo com a França a conseguir apenas uma penalidade de Michalak. 
A velha guarda francesa acordaria mais para o fim do jogo com uma combinação de jogo de avançados e melhoria no jogo ao pé com o excelente Picamoles a conseguir um ensaio aos 73 minutos para Michalak converter para o empate. 
O ponta Earls ainda teve que ser parado quando ia lançado para o ensaio por Picamoles e o resultado acabou por não se alterar mais. Final 13-13.

Inglaterra 18-11 Itália
No Domingo a vitória favoreceu os ingleses, mas não foi fácil como se esperava. 

A Inglaterra ganhou o ímpeto inicial a colocar pressão na formação ordenada com Vunipola de início a castigar Castrogiovanni. 
O italiano acabaria por sucumbir à pressão, sendo substituído aos 28 minutos com uma lesão na coxa. 
Flood no lugar de Farrel adicionava pontos através de penalidades e ao intervalo 12-3 espelhava a superioridade dos ingleses. 
A segunda parte trouxe uma Itália renovada. 
Com Parisse sempre no comando, após ver o seu castigo reduzido, os azurri colocavam oito pontos no marcador em dois minutos. 
15-11 aos 48 minutos após ensaio no canto de Luke McLean. 
A Itália pressionou bem a defender, acertou com as melées e conseguiu boas fases atacantes mas, desesperante, a bola teimava em cair para a frente. 
Flood colocou os italianos a sete pontos de distância com uma penalidade aos 61 minutos mas até ao fim os gladiadores colocaram muita pressão no 22 dos ingleses que respiraram de alívio quando a bola saiu de campo depois dos 80 minutos.








6 Nações Sub-20
O País de Gales continua invicto na tabela e bateu os Escoceses por 17-42 com seis ensaios contra dois

Os jovens irlandeses foram mais fortes que os seus séniores e foram capazes de bater a França com uns respeitáveis 22-5. 
Os franceses contam apenas uma vitória. 
A Inglaterra destruiu a Itália com sete ensaios, incluindo dois de penalidade. 
Os jovens italianos não resistiram e viram ainda dois amarelos que comprometeram qualquer esperança de um resultado melhor, final 52-7.

6 Nações Feminino
As Irlandesas também bateram a França por 15-10 para segurar o topo da tabela e garantir a vitória no Torneio, com a quarta vitória em quatro jogos. 

A Inglaterra deixou a Itália a zero com 34 pontos na vitória fácil. 
As galesas fecharam a jornada com a visita à Escócia de onde trouxeram a vitória por 0-13.

* Texto: Ricardo Mouro
Quadros e Fotos: www.rbs6nations.com

1 comentário:

Jonas Stilwell disse...

a máquina inglesa continua bem oleada... vamos!!

abraços