18 de novembro de 2018

LOUSÃ NA LIDERANÇA COM DERROTA DO MONTEMOR, NO ENCERRAMENTO DO 1º TERÇO DA PRIMEIRONA

Uma vitória por 0-7 frente ao São Miguel, garantiu à Lousã assumir a liderança da prova face à, de certa forma inesperada, derrota do Montemor em casa, frente ao Évora, por 17-20, enquanto o Benfica foi vencer a Arcos de Valdevez por 15-24, e permanece na terceira posição, e o Évora sobe ao quarto lugar, a 2 pontos do Benfica e com 3 pontos de vantagem sobre o São Miguel que desceu para a quinta posição.

Nas Caldas da Rainha os pelicanos não conseguiram travar o Santarém, e o melhor que conseguiram foi o bónus defensivo (13-18), enquanto em Arcos de Valdevez o Vila da Moita consegue uma precisos vitória sobre o Guimarães por 25-32 e dá um passo na fuga à despromoção, enquanto aos bravos resta a pequena consolação do bónus defensivo.

NA VOLTA DA HONRA, TUDO DÁ UMA VOLTA

Com as derrotas dos dois primeiros, a classificação da Divisão de Honra sofreu grandes alterações e CDUL e Direito desceram diretos ao quinto e quarto lugares (respectivamente), ultrapassados pelo Belenenses, que lidera, por Agronomia que tomou a segunda posição com menos um ponto que os vizinhos azuis, e pelo Técnico que segue no terceiro degrau da tabela, com menos um ponto que Agronomia e dois que o Belenenses.

O Belenenses ultrapassou o teste de Coimbra e mesmo sem o ponto de bónus pulou para a frente da classificação, enquanto a Académica continua na cauda do pelotão em igualdade pontual com o Cascais que não teve força para ir vencer ao Porto, e estas duas equipas são as únicas que à terceira jornada ainda não conseguiram deixar de perder.

16 de novembro de 2018

VOLTA DA HONRA NO TERÇO DA PRIMEIRONA

Final de semana de luxo em Portugal, com todas as divisões seniores em actividade, com o jogo a apresentar-se ao público desde Arcos de Valdevez até Loulé, com passagem pela região do Porto, Coimbra, Moita da Anadia, Tomar, Caldas, Lisboa, Jamor e Montemor!

Como seria bonito e com certeza interessaria a imprensa nacional não exclusivamente desportiva, se esta disseminação se prolongasse no tempo, com calendários bem organizados, sem alterações sistemáticas da ordem dos jogos, ou mesmo das jornadas, de forma a que essa imprensa passasse a acreditar nas informações que são divulgadas e que muitas vezes nem o maior conhecedor consegue decifrar - um bom exemplo se encontra sa Segundona, mas o mesmo acontece na Primeirona ou na Divisão de Honra, embora numa bem menor quantidade.

13 de novembro de 2018

MUDANÇAS NA PRIMEIRONA, COMO ERA ESPERADO

Como se esperava os resultados da jornada da Primeirona provocaram diversas alterações na tabela classificativa, das quais as mais significativas foi o regresso do Benfica à terceira posição, a saída do Caldas do grupo dos quatro primeiros baixando para a sexta posição e a descida do CRAV para o oitavo lugar.

O resultado mais inesperado foi a derrota do São Miguel em Santarém por 23-14, depois de na semana anterior ter derrotado o Benfica no 1º de Maio, mas também deixaram marcas os números expressivos das vitórias do Benfica sobre o Caldas (59-3) e do Évora sobre o CRAV (31-8), em partidas que prometiam um equilíbrio que afinal não veio a acontecer.

9 de novembro de 2018

LOBOS NA ROMÉNIA E LINCES NO QUÉNIA

Final de semana de intensa actividade internacional para o rugby português, com a viagem do XV nacional a Baia Mare, para defrontar a Roménia no play-off de acesso ao Rugby Europe Championship 2019, e com a deslocação da seleção de sevens ao Quénia para disputar o Safari 7's.

Fruto de uma série de castigos aplicados pela utilização indevida de jogadores, a Roménia viu-se relegada para a última posição na tabela do Championship da época transacta, e aquela que devia ser a última classificada em função dos resultados em campo - a Alemanha - viu-se num repente promovida a uma inesperada terceira posição e consequente garantia de permanência na principal competição europeia de Nações por mais um ano.
Para conhecer um pouco melhor esta história consulte a edição do dia 16 de Junho do Mão de Mestre

7 de novembro de 2018

EM 2018 COMO EM 2009, PRIMEIRONA APRESENTA COMPETITIVIDADE EM ALTA!

Mais uma vez num dia apenas, tudo pode mudar na Primeirona! Mesmo com os dois primeiros a defrontarem os dois últimos, podemos ter no sábado, no final do dia, todas as outras posições trocadas!

Vamos começar pelo Montemor, líder da prova, que viaja ao campo do Gaio, na Moita do Ribatejo, para defrontar o Rugby da Vila da Moita, numa partida que parece desenhada para mais uma vitória dos mouflons, que assegurarão, com o respectivo ponto de bónus, a continuação na frente da tabela, embora seja de ressaltar que os moitenses foram na passada jornada, buscar o seu primeiro ponto a Arcos de Valdevez.

COMO É TRADIÇÃO, PRIMEIRONA APRESENTA COMPETITIVIDADE EM ALTA!

O título da crónica de hoje repete o de um outro texto escrito aqui, nas páginas do Mão de Mestre, exactamente há cinco anos - 7 de Novembro de 2013 - quando nestas páginas já se cobriam as divisões secundárias do rugby nacional há três épocas completas!

Sim, porque o Mão de Mestre acompanha desde 2009 as competições nacionais, embora haja muita gente que parece esquecida dessa realidade... E só para deixar claro o acompanhamento e o apoio informativo que este modesto blog tem dado aos que se interessam por rugby em Portugal - e não só, já que as nossas páginas são lidas em apenas cinco continentes - sempre vamos deixando uns números por aqui...