27 de agosto de 2016

CONHEÇA OS CIRCUITOS MUNDIAIS DE SEVENS POR DENTRO

Definidos os Circuitos Mundiais de Sevens, que vão percorrer cinco das seis Confederações regionais que constituem a World Rugby, deixando de lado a Sudamerica Rugby, que vê São Paulo perder a organização duma das etapas da competição feminina.

Enquanto nos Homens o Circuito visita duas vezes cada uma das outras Confederações – A Rugby Afrique (Dubai e Cidade do Cabo), a Oceania Rugby (Wellington e Sydney), a Rugby Americas North (Las Vegas e Vancouver), a Asia Rugby (Hong Kong e Singapura) e a Rugby Europe (Paris e Londres) – as Mulheres cortam o numero por metade, embora de acordo com a World Rugby se ponha a possibilidade de ver mais uma etapa adicionada ao Circuito que visita Dubai, Sydney, Kitakyushu (Japão) Victoria/Langdorf e Clermont Ferrand.

19 de agosto de 2016

SEVENS - QUE FUTURO EM PORTUGAL?

A época que terminou completou um ciclo de 16 anos em que o rugby português se afirmou como uma das 16 potências dos sevens do mundo, e em que venceu por oito vezes o título europeu da modalidade.

Alguns afirmam para justificar o declínio da nossa equipa, tanto na Europa como no Mundo, que os outros países passaram, a partir de 2009 - entrada dos Sevens no programa Olímpico - a investir e a preocuparem-se com os sevens, com todo o potencial de divulgação interna e afirmação internacional que eles trazem consigo.

17 de agosto de 2016

EM FRANÇA A NOVA ÉPOCA ESTÁ AÍ COM A TOP-14 NA FRENTE

As principais competições do rugby francês vão arrancar nos próximos dois fins de semana, começando com a Top-14 já neste sábado e domingo, para depois, na quinta feira seguinte, ser a vez da ProD2 dar o seu pontapé de saída.

O contingente dos portugueses na Top-14 vai estar um pouco reduzido nesta nova época, com a descida à ProD2 do Agen de Mike Tadjer, que continua na equipa, e a transferência de Pedro Bettencourt do Clermont para o Carcassonne, embora neste caso se preveja uma real utilização do jovem internacional português, que na sua passagem pelos jaunards acabou por não ter tido oportunidade de se estrear na competição.

13 de agosto de 2016

NOTAS SOBRE A ORGANIZAÇÃO DO TORNEIO OLÍMPICO

1º Melrose 7's 1883 - Melrose RFC Vencedores
Ao longo dos últimos 40 anos, que os sevens deixaram de ser um acontecimento de uma tarde de sábado, como era organizado na Escócia-Pátria, e passou por diversos formatos, disputado em dois ou três dias.

O mais importante dos torneios de sevens neste período - o Hong Kong Sevens - foi disputado durante muitos anos por 24 equipas, divididas em oito grupos de três, modelo esse que foi seguido durante muito tempo pelo saudoso Lisboa Sevens.
Note-se que antes de Hong Kong, não existia fase de apuramento, sendo os torneios integralmente disputados em eliminatórias directas.

12 de agosto de 2016

FIJI DOMINA E CONSEGUE PRIMEIRO OURO OLÍMPICO DOS SEVENS

Os deuses de Olimpo fizeram uma vénia quando os Fijianos Voadores perfumaram o Estádio Deodoro com a sua arte, a sua força, o seu querer, e conquistaram o primeiro Ouro Olímpico de sevens, vencendo a Grã Bretanha por claros 43-7.

Especial também para todos os fijianos, os do rugby e os outros, já que esta medalha é simultaneamente a primeira de sempre conquistada pelos desportistas da pequena República das Ilhas do Pacífico.

11 de agosto de 2016

JAPÃO VENCE FRANÇA E ENFRENTA FIJI NAS MEIAS FINAIS

Um extraordinário Japão consegue a proeza de chegar ao Rio de Janeiro na 15ª posição do ranking do Circuito Mundial, bate o terceiro do ranking (Nova Zelândia), o sétimo da mesma classificação (Quénia) e o 11º da mesma tabela (França), e apenas cede por dois pontos frente ao 8º colocado na lista (a Grã-Bretanha/Inglaterra), conseguindo chegar às meias finais com a moral em alta e sem que se possa dizer que dali não passa!

A vitória frente a França foi arrancada no derradeiro segundo do jogo, revertendo um registo desfavorável de 5-7 numa vitória de 12-7, mas na verdade - e como anteriormente - a glória foi absolutamente justificada e merecida, colocando os japoneses no topo dos sevens no mundo.

10 de agosto de 2016

JAPÃO EM ALTA VENCE NOVA ZELÂNDIA E FRANÇA BATE AUSTRÁLIA

Quando no jogo inaugural do ingresso dos sevens nos Jogos Olímpicos o 11º do ranking (França) bateu o quarto (Austrália), foi dada a nota dominante do jogo reduzido, numa incerteza permanente em relação aos resultados que estimula e incentiva os mais fracos a se superarem e fazerem tropeçar os mais poderosos.

Mas seria preciso esperar apenas mais um pedaço para que esta máxima da incerteza fosse confirmada, quando o Japão (15º do ranking) derrotou a Nova Zelândia (3º do ranking), numa partida em que qualquer outro resultado seria uma injustiça!