6 de julho de 2019

PORTUGAL SUB-20 ENFRENTA TROPHY NO BRASIL

Pelo terceiro ano consecutivo Portugal Sub-20 disputa o World Rugby Trophy com os olhos postos na subida à divisão principal do escalão.
Esta será a quinta participação de Portugal na competição, com estreia no Chile em 2013 (6º lugar) e retorno em Portugal em 2015 (7º lugar).

Ausente em 2016 (Zimbabwé), Portugal viu a vitória fugir depois de um controverso jogo terminado a 15 minutos do fim, frente ao Japão que acabou por vencer a edição de 2017 no Uruguai.

26 de junho de 2019

OS FENÓMENOS SÃO RAROS... E POR ISSO MESMO SÃO FENÓMENOS...


A afirmação de que os fenómenos são raros, feita num contexto específico pelo Manuel De Mascarenhas Gaivão diz muito mais do que parece e acaba por estar na base do sucesso ou insucesso de uma iniciativa...
Na verdade você vai ter muito mais interesse pelas coisas que são raras, que você apenas pode ver de vez em quando do que pelas coisas a que você tem acesso diariamente ou com bastante frequência.
Uma coisa que se repete à exaustão deixa de ser uma coisa fantástica e passa a fazer parte do seu quotidiano, deixando de chamar a sua atenção, de provocar a sua extrema vontade de estar presente e assistir...

NOS SEVENS FEMININOS PORTUGAL FALHA O REGRESSO AO PRINCIPAL NÍVEL COMPETITIVO

Depois de ter sido despromovida do principal nível competitivo para o Sevens Trophy a equipa portuguesa não conseguiu este ano regressar ao nível superior, embora tenha tido um excelente comportamento na segunda etapa da prova, com quatro vitórias e apenas duas derrotas, assegurando o 5º lugar em Lisboa e o 6º da classificação geral.

Rebaixada conjuntamente com a Alemanha em 2018, as portuguesas viram as alemãs regressarem ao GPS, juntamente com a Roménia, ambas com uma vitória e um segundo lugar nos dois torneios que compuseram a prova.

SEVENS NA EUROPA MOVIMENTAM GPS MASCULINO E APURAMENTO PARA TÓQUIO E O MUNDIAL 2020

O Grand Prix Sevens da Europa, etapa de Moscovo, foi o evento mais importante do fim de semana internacional na Europa, e a França acabou por ser a grande vencedora, ao bater a Irlanda por 31-26, numa final que foi dirigida pelo árbitro português Paulo Duarte.

E é precisamente por aqui que começamos os nossos comentários ao fim de semana.
A presença do Paulo Duarte em grandes jogos de sevens deixou de ser surpresa ou coisa rara, antes pelo contrário, e a sua presença como árbitro principal na final da etapa de Moscovo do Grand Prix Sevens da Europa foi apenas mais uma dessas presenças.
Que no entanto nos enchem de alegria e orgulho! Parabéns!

23 de junho de 2019

O FORMATO DOS TORNEIOS DE SEVENS E A REPETIÇÃO DE JOGOS

Quando os sevens começaram a ser disputados na Escócia os torneios eram basicamente provas de eliminação direta sem fase de grupos, como ainda hoje acontece, 136 anos depois...

Com o surgimento do Hong Kong Sevens em 1976, tudo mudou, e durante muito tempo estabeleceu-se como princípio a constituição de uma fase de apuramento com oito grupos de três equipas - para um total de 24 - para só depois se entrar na fase eliminatória.

22 de junho de 2019

A IMPORTÂNCIA DOS SEVENS PARA A AFIRMAÇÃO DE PORTUGAL NO MUNDO DO RUGBY

Hoje, que o Grand Prix Sevens dá o seu pontapé de saída em Moscovo, é a altura apropriada para dar a conhecer - ou relembrar... - quão importante Portugal foi nos sevens da Europa, desde que os campeonatos europeus da especialidade foram criados em 2002.
Você que anda mais distraído talvez não saiba que nos primeiros 9 anos (2002-2010) Portugal venceu o Campeonato da Europa por 7 (sete!) vezes.
E não se julgue que a nossa equipa nacional venceu esses campeonatos por acaso, já que em duas dessas ocasiões o adversário de Portugal na final foi a França, noutra foi o País de Gales, noutra ainda foi a Itália, duas vezes foi a Rússia e uma vez foi a Geórgia...

19 de junho de 2019

ACADEMIA PEDRO LEAL OFERECE DUAS SEMANAS DE MUITA QUALIDADE

O Mão de Mestre falou com Pedro Leal, o internacional português responsável pela Academia que leva o seu nome, e que terá a sua última presença no Campo de Monsanto a partir da próxima segunda feira.

Pedro Leal confidenciou-nos que "esta será a ultima vez que realizaremos as Academias no Grupo Desportivo de Direito e por isso gostaríamos de terminar esta ligação que dura há seis anos com duas semanas de muita qualidade e se possível com o maior número de atletas participantes.

Para isso teremos a coordenar a Academia eu e o meu irmão, e como treinadores residentes os Internacionais João Belo e Fred Filipe.
Além dos treinadores residentes, teremos a presença diária de vários jogadores Internacionais e alguns técnicos consagrados."