22 de maio de 2019

NO MEIO DA CRISE, VAMOS PENSAR E VER O QUE DEVEMOS FAZER

O rugby nacional atravessa uma das suas maiores crises de sempre, culminando um longo período de erros, incompetências e más decisões, podendo dizer-se sem medo de errar que o momento exige que todos, jogadores, treinadores, árbitros e dirigentes, tenham por obrigação esquecer as rivalidades, as vitórias e as derrotas, e lutar pelo regresso do rugby a uma posição de destaque no desporto nacional, em virtude da sua obediência a um conjunto de valores que o deve manter como uma referência na educação e no desenvolvimento das gerações.

AGRONOMIA É O NOVO CAMPEÃO NACIONAL

Ao bater o Belenenses por 18-10 a equipa de Agronomia sagrou-se campeã nacional da Divisão de Honra na época 2018-19, naquela que é a sua segunda vitória na prova depois de ter vencido pela primeira vez na época 2006-07.

Foi uma época sem grandes surpresas, em que a luta por um lugar na final ficou reduzida desde muito cedo a Agronomia, Belenenses e Técnico, foram alternando entre o primeiro e o terceiro lugar da tabela classificativa, com destaque para o Belenenses que ocupou a primeira posição por sete jornadas, fixando-se na cabeça da classificação a partir do 11º jogo, não mais largando o lugar.

21 de maio de 2019

GLS ALGARVE SEVENS - ELITE MEN NO TOPO DAS ATENÇÕES

Aproximam-se dois finais de semana de intensa atividade do rugby em Portugal, primeiro em Lisboa com o regresso do Lisboa Sevens, depois no Algarve, com a segunda edição do GLS Algarve Sevens.

O evento será dividido em seis diferentes competições, com o Elite Men a apresentar um conjunto de 12 equipas de grande qualidade, com destaque para o Samurai International, prestigiada equipa de convites onde Pedro Leal jogou por diversas vezes, para os Navigators, equipa portuguesa de convites que se estreou precisamente na primeira edição do Algarve Sevens em 2018 e que este ano será dirigida pelo internacional português Diogo Miranda, e para a França, que dependendo da seleção dos jogadores que for feita, poderá ser a estrela do evento...

16 de maio de 2019

SUB-18 E SUB-16 DISPUTAM MEIAS FINAIS DA TAÇA DE PORTUGAL

A Taça de Portugal dos escalões sub-18 e sub-16 entra este fim de semana na sua última fase com a disputa das meias finais, depois de um longo processo de classificação que envolveu 25 equipas de cada idade.

Agronomia, Belenenses e CDUL estarão presentes na luta pelo título em ambos os escalões, com o Técnico a completar o lote principal do sub-18 e o Cascais a fazer o mesmo no escalão sub-16.
Recorde-se que no ano passado o Técnico venceu a Taça dos mais velhos e o Direito conquistou a dos mais novos.

10 de maio de 2019

LISBOA SEVENS REGRESSA 17 ANOS DEPOIS!

Quando no próximo dia 2 de Junho se disputar a final do 18º Torneio Internacional Lisboa Sevens, completam-se exatamente 17 anos sobre a vitória dos Samurais sobre os Penguins (38-24) naquele que foi o último jogo deste Torneio que alcançou uma posição de grande destaque entre todos os torneios do mundo, e que se disputou sem interrupção entre 1987 e 2002.

Agora, 17 anos depois, o Lisboa Sevens está de volta!

PORTUGAL U20 CONHECE ADVERSÁRIOS DO TROPHY

O World Rugby Trophy U20 2019 disputa-se no próximo mês de Julho na cidade de São José dos Campos, no Brasil, com a participação de equipas representando os cinco continentes, lutando por um lugar no U20 Championship 2020.

Portugal disputa a prova pela quinta vez, e depois das boas participações de 2017 (finalista vencido) e de 2018 (3º lugar) existe uma razoável expectativa quanto ao comportamento do XV nacional na edição deste ano.

9 de maio de 2019

MICKY STEELE-BODGER, MAIOR QUE A VIDA*

* Pedro Sousa Ribeiro
O mundo do rugby perdeu hoje uma das suas figuras mais conhecida e mais carismáticas.
Das mais respeitadas em todo o mundo oval, as suas opiniões e intervenções eram sempre escutadas com grande atenção e com grande respeito.
Micky Steele-Bodger, veterinário de formação, jogou na Rugby School, Cambridge University, Edinburgh University, Harlequins e The Barbarians e representou a Inglaterra, como 3ª linha asa, em nove ocasiões.

6 de maio de 2019

ALGARVE SEVENS REÚNE ELITE DO RUGBY EM PORTUGAL

Com forte destaque para a presença no Algarve de grandes equipas que irão disputar o Torneio Elite, entre as quais a França, a Itália, Hong Kong, a Roménia e Portugal, ou o Samurai International e a equipa vencedora do campeonato nacional que se disputa enquadrado no Lisboa Sevens, a ter lugar uma semana antes, está garantida a qualidade daquele que promete ser um grande evento e que acontecerá no final de semana de 8 e 9 de Junho, no Complexo Desportivo de Vila Real de Santo António.

5 de maio de 2019

DIVISÃO DE HONRA: NOVE ALTERAÇÕES EM 20 ANOS

É já conhecida a decisão da FPR em relação ao formato da Divisão de Honra para a próxima época, depois de um processo em que as opções de escolha dos clubes foram muito limitadas.

Mas o mais significativo de (mais) esta alteração é que ela é apenas a nona alteração que a competição sofre, desde o ano 2000!!

E curiosamente a solução escolhida foi a mesma que fora escolhida para a época 2000-2001, e que foi repetida em 2017-2018.

1 de maio de 2019

LOUSÃ E PRADES, UM EXEMPLO COM 36 ANOS DE HISTÓRIA

O Mão de Mestre traz hoje ao conhecimento de todos uma das mais antigas alianças do rugby português, marcada pela relação entre dois clube e duas cidades, com especial atenção aos mais novos, numa altura em que os princípios do Rugby parecem esquecidos, e que o que importa - a qualquer custo - é a competição e a vitória.

Lousã e Prades dão um exemplo que deveria ser apreciado com mais atenção, e reproduzido pelo que ele nos ensina - o rugby é um desporto em que vamos longe para fazer amigos!

27 de abril de 2019

OS PROBLEMAS DO RUGBY PORTUGUÊS - A ARBITRAGEM*

* Pedro Sousa Ribeiro
Arbitrar não é uma tarefa fácil. Além do conhecimento profundo das Leis do Jogo o árbitro tem que conseguir encontrar posicionamentos corretos para poder avaliar bem as diversas situações e um controlo emocional que lhe permita controlar todas as eventuais situações de potencial conflito.

É inegável que a arbitragem é um dos problemas principais do rugby português.
O quadro disponível é muito limitado e impede que haja árbitros designados oficialmente para todos os jogos do calendário oficial. 
Se, em alguns fins de semana, quando há menos jogos programados, é possível designar árbitros para todos os jogos, noutros casos, em que o número de jogos é mais elevado, torna-se impossível cobrir todos.

15 de abril de 2019

A FALTA DE COMPARÊNCIA E... A FALTA DE COMPARÊNCIA!

A propósito da recente decisão do Conselho de Disciplina que atribui uma falta de comparência não justificada ao São Miguel, desclassificando o clube do Campeonato Nacional da 1ª Divisão e despromovendo-o ao mais baixo escalão competitivo sénior, impedindo-o ainda de regressar à 1ª Divisão nas próximas cinco épocas desportivas, repete-se uma situação recente da história do rugby nacional que todos recordam com certeza.

A questão e a polémica andam à volta daquilo que é uma falta de comparência, quando comparada com... uma falta de comparência!

14 de abril de 2019

GALIZA E BAIRRADA DISPUTAM TÍTULO DA SEGUNDONA

A ER Galiza derrotou o Braga no jogo da segunda mão da meia final da Segundona por 59-8, e classificou-se para a final do campeonato, onde irá defrontar a Bairrada que eliminou o Elvas ao vencer o segundo jogo entre as duas equipas por 29-7.

As duas equipas finalistas foram as vencedoras das respectivas séries regionais - Sul/Lisboa para o Galiza, Centro/Norte para a Bairrada - e defrontaram nas meias finais os segundos classificados da série oposta para conseguirem o apuramento para a final.

13 de abril de 2019

O DESTAQUE DO DIA VAI POR INTEIRO PARA A HOMENAGEM A QUIM PEREIRA

Num sábado de muito rugby jovem, com o regresso do rugby ao mais alto nível para definir as equipas que vão disputar as meias finais da Taça de Portugal e ainda com uma das finalistas da 2ª Divisão já encontrada, o destaque tem que ir por inteiro para a justa homenagem que foi prestada ao sempre jovem Quim Pereira, exemplo dentro e fora de campo!

Sempre com uma palavra de incentivo e de amizade, Quim Pereira construiu uma vida dedicada ao ensino e ao rugby, que serve de exemplo a todos os que com ele lidam e lidaram ao longo de toda a sua carreira.

11 de abril de 2019

SEVENS EM PORTUGAL - HONG KONG MOSTROU QUE É POSSÍVEL...

No dia em que os novos Corpos Gerentes da Federação Portuguesa de Rugby tomam posse, nada mais apropriado que recordar que há nove anos atrás, em 2010, a equipa de sevens de Portugal era o inimigo a abater na Europa, depois de vencer o Campeonato Europeu em sete das suas nove edições e graças a isso era convidada em cada ano a participar em vários torneios do Circuito Mundial, com destaque para os anos de 2006-07 (8 torneios), 2009-10 e 2010-11 (5 torneios em cada ano) e 2008-08 e 2011-12 (6 torneios em cada ano).
Em 2013, depois de ter participado assiduamente nos torneios do Circuito Mundial que se disputava desde o ano 2000, e que teve a sua origem no extraordinário Hong Kong Sevens, Portugal conquistou um lugar como equipa residente na (agora) World Rugby Sevens Series, deixando de o ser e de disputar a WSS no final da época 2015-16.

JOVENS DE TODO O MUNDO FESTEJAM EM LISBOA


O Portugal Rugby Youth Festival (PRYF), um dos maiores e mais prestigiados torneios de rugby juvenil do mundo, realiza-se a 13 e 14 de Abril, no Estádio Universitário em Lisboa.
Naquela que será a sua 11ª edição, o torneio, organizado pela Move Sports, líder português em turismo desportivo, será jogado por 3 mil jovens de 118 equipas, das quais 55 estrangeiras – um novo recorde de participação – e 63 nacionais.
As equipas estrangeiras, que este ano batem o recorde de participações, representam os cinco continentes e algumas das nações mais prestigiadas do rugby, como é o caso da Inglaterra, Austrália, Irlanda, Escócia, França, País de Gales e Estados Unidos da América. 
Estarão também presentes equipas da Namíbia, Zimbabwe, Suécia, Luxemburgo, Gibraltar, Bélgica, Espanha, Itália e Catar.

10 de abril de 2019

SUB-20 VENCEM CHAMPIONSHIP PELA TERCEIRA VEZ E VÃO DISPUTAR WORLD TROPHY NO BRASIL

Portugal venceu pelo terceiro ano consecutivo o U20 Championship da Rugby Europe e qualificou-se de novo para o World Trophy que se realiza este ano em São José dos Campos (São Paulo) no Brasil entre os dias 8 e 21 de Julho.

O Campeonato da Europa Sub-20 disputou-se nos anos passados no sistema de eliminação direta com a presença de oito equipas, e Portugal enfrentou nas duas finais (2017 e 2018) a equipa da Espanha a quem derrotou por 12-7 e 25-3 respectivamente.

9 de abril de 2019

PORTUGAL VENCE R.E. TROPHY E DISPUTA PLAY OFF COM ALEMANHA

A seleção nacional de seniores derrotou a Lituânia por 48-7 e termina o Rugby Europe Trophy na primeira posição com cinco vitórias e cinco pontos de bónus, avançando agora para o play off que decidirá se Portugal sobe ou não sobe ao Rugby Europe Championship, que disputará contra a Alemanha, em data e local ainda por conhecer.

Esta foi o terceiro título consecutivo de Portugal no RE Trophy, sendo que nos dois anteriores jogos decisivos (os play off), Portugal perdeu com a Bélgica (18-29 em 2017) e com a Roménia (06-36 em 2018), aguardando-se com expectativa o desenrolar do jogo deste ano.

ELEIÇÕES NA FEDERAÇÃO

Em consequência da demissão de Cassiano Neves da presidência da FPR, e depois de alguns meses em que o rugby nacional foi gerido por uma comissão provisória, realizaram-se no passado dia 3 de Abril eleições para os orgãos sociais da Federação.

Apresentaram-se às eleições duas listas, encabeçadas por Carlos Amado da Silva e Lourenço Fernandes Thomaz, e o vencedor foi Carlos Amado da Silva.

QUIM PEREIRA RECEBE MEDALHA DE MÉRITO DESPORTIVO *

* Pedro Ribeiro
O governo português decidiu atribuir ao Joaquim Alberto Pereira a Medalha de Mérito Desportivo que lhe será entregue pelo Primeiro Ministro no dia 13 de Abril no decurso do Portugal Rugby Youth Festival.
O Quim Pereira, como sempre foi conhecido, tomou contacto com o rugby em Coimbra tendo iniciado a sua prática na Associação Académica. Quando de deslocou para Lisboa, para frequentar o Instituto Nacional de Educação Física ( INEF ), atual Faculdade de Motricidade Humana, passou a representar o CF Belenenses, clube por onde jogou algumas épocas.

3 de abril de 2019

MONTEMOR VENCE PRIMEIRONA E GARANTE ACESSO À DIVISÃO DE HONRA

Batendo o Benfica por 17-11 o Rugby Clube de Montemor sagrou-se campeão nacional da 1ª Divisão e assegurou a subida ao escalão principal do rugby nacional.
Depois de ter terminado a Fase de Apuramento na primeira posição, após uma excelente vitória em casa sobre a Lousã na derradeira jornada, os mouflons venceram o CR Évora nas meias finais por claros 33-0 desforrando-se assim da derrota sofrida  perante os chaparros na sexta jornada, caminhando dessa forma para a final onde defrontariam o Benfica, que fora derrotar a Lousã, na casa dos beirões, por 8-6.

25 de março de 2019

MAIS UMA ALTERAÇÃO AO FORMATO DAS COMPETIÇÕES?? POR FAVOR TENHAM BOM SENSO

Nos últimos 19 anos o formato das competições das duas principais divisões do rugby nacional mudou 11 (onze) vezes.
Na verdade desde a época 2000-2001 até à época 2018-2019, o quadro com as alterações / sem alterações impressiona pela inconstância que acaba por ter reflexo em todo o rugby nacional.
Quem pode acreditar numa modalidade que não é capaz de manter um sistema competitivo por uma número razoável de anos?

MONTEMOR E BENFICA DISPUTAM FINAL DA PRIMEIRONA

Vencendo o Évora por 33-0, o Montemor garantiu a sua presença na final do Campeonato Nacional da 1ª Divisão, em que defrontará o Benfica que foi à Lousã vencer por 8-6, num jogo que infelizmente ficou marcado por grave incidente ocorrido depois do apito final do árbitro.

Num desafio com mais de um milhar de espectadores - número não muito habitual em Portugal - o terceiro classificado da fase de apuramento derrotou o segundo classificado por 6-8 num desafio de grande equilíbrio, em que houve o domínio das defesas sobre os ataques, e que chegou ao intervalo com um empate a três pontos.

21 de março de 2019

PORTUGAL CUMPRE E VENCE NA SUIÇA, DEFRONTANDO A REPÚBLICA CHECA NO SÁBADO

Cumprindo com a sua obrigação Portugal derrotou a Suiça por 48-17 e está a um passo de garantir a sua presença naquele que é, afinal, o único verdadeiro desafio que se apresenta aos Lobos na presente época desportiva... e na anterior... e na anterior...

Na verdade a vida da nossa seleção resume-se a saber se terá capacidade para vencer o seu adversário do play-off de acesso ao Rugby Europe Championship, já que terá que enfrentar uma equipa com uma rodagem bem diferente, em que o nível competitivo é bem diferente.

MONTEMOR TERMINA NA FRENTE DEPOIS DE VITÓRIA FOLGADA SOBRE LOUSÃ

O Montemor derrotou por larga margem a Lousã na última etapa da Fase de Apuramento da Primeirona (53-20), marcando nove ensaios, sendo este um dos encontros em que mais ensaios marcou, depois dos jogos com o Vila da Moita (16), CRAV (11) e Guimarães (10-10).

Os mouflons terminam assim a Fase de Apuramento no comando da tabela, recuperando uma liderança que tinham perdido na sexta jornada quando, em Novembro, foram perder a Évora, e será precisamente contra os chaparros que o Montemor vai disputar a meia final que terá lugar no próximo final de semana.

10 de março de 2019

GUIMARÃES GARANTE PERMANÊNCIA NA PRIMEIRONA PELO TERCEIRO ANO CONSECUTIVO

Beneficiando da derrota do Vila da Moita frente ao Benfica (69-0) o Guimarães garantiu a permanência na 1ª Divisão do rugby nacional, mesmo sendo derrotado em Évora por 58-24, e irá fazer a sua terceira temporada consecutiva no escalão.
O Vila da Moita, após cinco épocas na Primeirona regressa à Segundona de onde saíra como campeão em 2013-2014.

A Lousã recebeu e venceu o CRAV por 28-20, mas não sem que apanhasse um enorme susto ao terminar o primeiro tempo a perder por 12-20, com manifesta superioridade dos arcuenses que no entanto não a conseguiram manter no segundo tempo.

9 de março de 2019

PORTUGAL VENCE NA HOLANDA E ASSUME LIDERANÇA DO RE TROPHY

Portugal derrotou hoje a Holanda por 18-5, em Amesterdão, e assume a liderança do Rugby Europe Trophy não deixando qualquer dúvida quanto à sua superioridade na prova, que se prepara para vencer pela terceira vez consecutiva.

Os Lobos cedo se adiantaram no marcador, através da transformação de duas penalidades por Jorge Abecassis, e foi com Portugal na frente por 6-0 que se chegou ao intervalo.

3 de março de 2019

BENFICA VENCE EM MONTEMOR, LOUSÃ SOFRE NAS CALDAS

O Benfica foi vencer a Montemor por 20-17, imitando o resultado que o Évora tinha conseguido, ainda na primeira volta, e mantém a terceira posição na tabela, embora os chaparros tenham agora os mesmos pontos que os mouflons, graças à vitória bonificada sobre o Vila da Moita por 50-0.

Nas Caldas a Lousã começou bem e chegou ao intervalo a vencer por 23-0, mas depois, convencidos que o jogo estava no papo, os beirões foram surpreendidos por uns pelicanos que não baixaram os braços, e acabaram por conseguir o bónus defensivo ao chegarem ao fim da partida a perder por 24-26.

2 de março de 2019

SELEÇÕES NACIONAIS DE SEVENS EM PREPARAÇÃO PARA DISCUTIREM APURAMENTO PARA JO-2020

Anunciado o caminho para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, hoje vamos revelar alguns passos da preparação das nossas seleções nacionais, embora nada garanta que depois das eleições para a FPR marcadas para o próximo mês de Abril não venha a haver alteração nos programas.

Na verdade as nossas equipas nacionais da variante estão já a trabalhar, com destaque para a equipa masculina que esta época desportiva já participou no Safari Sevens e em dois torneios na América do Sul - Punta del Este (Uruguai) e Viña del Mar (Chile) - onde conseguiu um excelente terceiro lugar no primeiro dos torneios batendo a Alemanha por 19-5, e um quarto lugar no segundo torneio, ao perder com a Argentina por 21-31.

24 de fevereiro de 2019

JOGOS OLÍMPICOS 2020 - DEPOIS DO FRACASSO NO APURAMENTO EM 2015, QUAL O FUTURO DE PORTUGAL?

A história de conquistas da equipa de sevens de Portugal, que teve início com a vitória no campeonato da Europa em 2002 e se repetiu em oito ocasiões, termina logo a seguir ao último triunfo na competição, com a pior participação de sempre em Campeonatos do Mundo, classificações secundárias em anos sucessivos no Europeu e a não qualificação para os Jogos Olímpicos de 2016, depois de uma classificação desastrosa no Torneio de Repescagem da Europa, que se realizou em Lisboa, em Julho de 2015.

A partir daqui alguns pensaram que não podia piorar, mas estavam enganados! No ano seguinte fomos afastados do Circuito Mundial, e não conseguimos o apuramento para o Mundial de 2018...

BRAVOS SOFREM MAS CONSEGUEM IMPORTANTE VITÓRIA

O Guimarães ao vencer o Vila da Moita por 22-13 no Campo do Gaio, deu um importante passo para a sua manutenção na 1ª Divisão, embora ainda faltem três jornadas para o final, tendo agora quatro pontos de vantagem sobre o seu adversário deste final de semana.
A partida foi muito intensa com as equipes nervosas e a cometerem muitos deslizes com a vitória a sorrir a que errou menos e teve mais cabeça.

17 de fevereiro de 2019

LOBOS VENCEM POLÓNIA E JOGO ENTRA NA HISTÓRIA DAS MAIORES VITÓRIAS LUSITANAS

Portugal bate a Polónia por 65-5 estabelecendo novo máximo nos resultados entre as duas equipas, e excede as expectativas que exigiam uma vitória no encontro.

O resultado confirma aquilo que acontece desde que Portugal foi despromovido para o Europe Trophy (sem jogo de play-off), ou seja uma clara superioridade dos Lobos em relação ao conjunto das restantes equipas que disputam a prova, deixando, como aconteceu nos dois últimos anos, a decisão mais importante do ano - a subida ou não de escalão - a um artificial play-off criado para benefício das piores equipas do Europe Championship, mas que exercem clara influência nas decisões da Rugby Europe (Alemanha e Bélgica) ao contrário do que acontece com Portugal que nos últimos anos perdeu todo o peso que anteriormente tinha naquela confederação europeia.

15 de fevereiro de 2019

POLÓNIA PRIMEIRO ADVERSÁRIO DE MAIS UM ANO DE EUROPE TROPHY

Portugal inicia este sábado a sua caminhada no Rugby Europe Trophy perante a Polónia, em Setúbal, tendo em vista mais uma temporada de vitória em vitória até (quem dera que não!) à derrota final.

Na verdade não se vê adversário à altura dos Lobos nesta terceira época lusitana na segunda divisão do Rugby da Europa (sem contar, obviamente, com as Seis Nações), como a história dos encontros com os seus oponentes demonstra.

13 de fevereiro de 2019

BELENENSES VENCE NA TAPADA E SOBE AO SEGUNDO LUGAR

Vencendo na Tapada por 17-16, o Belenenses troca de posição com Agronomia e como os dois primeiros - Técnico e Belenenses - ainda têm um jogo a menos que os agrónomos, não será fácil que a final da prova tenha outros protagonistas que não sejam os actuais líderes.

O Técnico manteve a sua primeira posição ao vencer o Cascais, em casa, por 31-19, a aumentou a sua vantagem em relação ao agora segundo com mais um ponto graças ao bónus de ataque conseguido, enquanto o CDUL recebeu e derrotou o seu congenere portuense por 41-12 e se aproximou do Direito.

9 de fevereiro de 2019

JORNADA INCOMPLETA ISOLA MAIS LOUSÃ E MONTEMOR NA FRENTE

A vitória da Lousã em Guimarães (13-53) e do Montemor frente ao Vila da Moita (106-0) ambas com ponto de bónus, isolam mais os dois primeiros na tabela, graças às derrotas do Évora em Arcos de Valdevez (10-11) e do Benfica nas Caldas (29-30).

Com o São Miguel-Santarém adiado para a próxima sexta feira, o Caldas assume a cabeça do grupo de perseguição, a 14 pontos do quarto lugar onde se encontra o Benfica, primeira das quatro equipas que deverão disputar o play-off.

6 de fevereiro de 2019

E O TERÇO SENHORES? QUEM TOMA ATENÇÃO AO TERÇO??

Completados mais de dois terços da principal competição do rugby nacional - a Divisão de Honra - ficamos perplexos com a ligeireza com que os clubes com mais responsabilidades em Portugal desprezam o cumprimento dos regulamentos, ao mesmo tempo que reclamam por um profissionalismo que manifestamente são incapazes de implementar e de suportar!

4 de fevereiro de 2019

COM PONTO DE BÓNUS, BELENENSES ENCOSTA NOS DOIS PRIMEIROS

Uma expressiva vitória bonificada do Belenenses frente á equipa da Académica de Coimbra (59-12) conjugada com as vitórias não bonificadas do Técnico frente ao Direito (26-20) e de Agronomia frente ao CDUL (19-13) encostou a equipa do Restelo aos dois da frente, com apenas um ponto a separar Os Belenenses (32 pontos) do duo da liderança (33 pontos).

Note-se que Agronomia tem um jogo mais, correspondente à sétima jornada, em que o conjunto de Belém deveria ter defrontado em casa o Cascais, e o Técnico deveria ter ido a Coimbra enfrentar a Académica.

30 de janeiro de 2019

BELENENSES APROXIMA-SE DO TOPO, ACADÉMICA E CASCAIS LUTAM PELA MANUTENÇÃO

Numa jornada em que quase todas as equipas que na semana passada tinham perdido, acabaram por ganhar - e quase todas que ganharam então perderam agora! - o Belenenses (a única equipa que repetiu a vitória duas semanas seguidas) venceu o Técnico (12-15) e colou-se aos dois da frente, com apenas menos dois pontos, e está claramente na luta por um dos lugares de destaque no final da fase de apuramento da prova.

29 de janeiro de 2019

2º TERÇO CHEGA AO FIM E PRIMEIRONA NÃO TEM MAIS EQUIPAS SEM DERROTAS

Vitória da Lousã sobre o Benfica (20-13) garante a liderança da prova aos beirões, e vitória do Montemor em Arcos de Valdevez (24-27) sem bónus de ataque mantém os mouflons a um ponto do primeiro lugar.
Quem mais beneficiou da vitória da Lousã, foi o Évora, que vencendo o São Miguel por 12-27, ultrapassou o Benfica na classificação, ocupando a terceira posição na tabela.

23 de janeiro de 2019

ACADÉMICA VENCE CDUL E DIREITO CAI FRENTE AO CASCAIS

Os destaques do fim de semana vão para as vitórias da Académica frente ao CDUL no Estádio Universitário de Lisboa por 10-21, e para a primeira vitória do Cascais na competição, frente ao Direito por 20-24, no campo da Tapada, "casa" provisória dos advogados.

A vitória dos dois últimos da tabela não teve mais significado para nenhum deles, precisamente porque ambos venceram (sem ponto de bónus) ficando portanto na mesma a distância que os separa.
O Belenenses derrotou o CDUP por 27-21 sem bónus de ataque - os portuenses conseguiram o bónus defensivo - e mantém-se na cola dos dois primeiros, com um jogo a menos que Agronomia, que está apenas a um ponto de distância.

LOUSÃ TROPEÇA MAS NÃO CAI E MONTEMOR APROXIMA-SE DO TOPO

A derrota da Lousã em Évora por 28-3 é a nota dominante da 11ª jornada da Primeirona, deixando de haver qualquer equipa sem derrotas, e com um ponto apenas a separar os dois primeiros, depois da vitória com bónus por 52-7 do Montemor sobre o Caldas.

No mais importante encontro da jornada esteve bem o clube eborense, que foi superior e mereceu inteiramente a vitória, com destaque para a capacidade evidenciada no pack avançado e o aproveitamento dos buracos defensivos dos visitantes.

18 de janeiro de 2019

FIM DE SEMANA OVAL COM DESTAQUE PARA A PRIMEIRONA

Depois do adiamento de três dos quatro jogos da Divisão de Honra no final de semana de 12 e 13 de Janeiro por conta dum inesperado jogo da selecção nacional no dia 30 de Janeiro - frente à Roménia no EUL às 20h, parte da preparação da equipa nacional para o European Trophy - ficamos na dúvida se os jogos da principal competição nacional do final de semana 19/20 de Janeiro terão lugar...

17 de janeiro de 2019

"SEM BASE ALARGADA NÃO É POSSÍVEL ALIMENTAR AS EQUIPAS DE COMPETIÇÃO"

No ano em que completa 51 anos no rugby decidimos entrevistar Jorge Sérgio Franco um dos treinadores da velha-guarda do rugby português ainda em atividade, e a sua afirmação de que sem base alargada não é possível alimentar as equipas de competição, diz tudo sobre a ideia que Sérgio Franco tem sobre como se deve desenvolver um clube de rugby.
O Mão de Mestre volta hoje com mais uma entrevista - são mais de 70 ao longo dos últimos anos - com o destaque na carreira de um dos mais importantes treinadores portugueses, que ao longo dos últimos 51 anos tem servido o rugby nacional.

PRIMEIRONA REGRESSA EM FORÇA, DIVISÃO DE HONRA REGRESSA A 25%

Com a justificação dos compromissos internacionais da seleção nacional, a Divisão de Honra viu três dos seus quatro jogos adiados, enquanto a Primeirona teve o seu regresso em plano para festejar o Ano Novo, mantendo a Lousã a sua liderança sem alteração, com o Montemor à mesma distância, assim como o Évora e o Benfica, todos vencedores com direito a ponto de bónus.