13 de outubro de 2019

BRILHANTE JAPÃO DEIXOU ESCÓCIA FORA DA FASE FINAL

Naquele que terá sido o melhor jogo da Fase de Apuramento do Mundial 2019, o Japão derrotou a Escócia por 28-21 e assim subiu ao primeiro lugar do Grupo A, restando aos escoceses do apuramento prévio para o Mundial 2023 em França.

Fazendo circular a bola, o Japão assegurou a sua posse em 55% do tempo de jogo, com particular destaque para o primeiro tempo, em que a percentagem de posse de bola dos japoneses subiu aos 74%.

TERMINOU FASE DE GRUPOS DO MUNDIAL 2019*

*Pedro Sousa Ribeiro
O campeonato do mundo 2019 terminou a fase de grupos com a definição das nações que vão participar nos quartos de final. O cancelamento de três jogos devido à passagem do furacão Hagibis no Japão foi um ponto negativo no desenrolar da competição, especialmente o jogo França-Inglaterra que iria definir o 1 º e 2º do grupo C e consequentemente o emparelhamento de dois jogos dos quartos de final. 
Não se compreende que a World Rugby não tenha preparado um plano B para tais situações sabendo-se que nesta época do ano a probabilidade do Japão ser atingido por furacões não é negligenciável.

12 de outubro de 2019

DEPOIS DA VITÓRIA DA IRLANDA SOBRE SAMOA, FALTA APENAS CONHECER UM FINALISTA

Na única partida do Mundial realizada hoje a Irlanda bateu a Samoa por 47-05 e assegurou assim a sua passagem à Fase Final do Mundial do Japão, faltando apenas saber o que vai acontecer no Japão-Escócia para conhecer o último participante nos quartos de final da competição.

Com o cancelamento do Nova Zelândia-Itália e do Inglaterra França, ficaram definidos os três primeiros lugares dos Grupos B e C, respectivamente.
Assim, no Grupo B a Nova Zelândia ficou com a primeira posição e a África do Sul com a segunda, enquanto no Grupo C a Inglaterra ficou na frente, seguida da França.
As terceiras posições ficaram para a Itália e a Argentina, que asseguram assim a sua participação no Mundial de França em 2023.

11 de outubro de 2019

CAMPEONATOS NACIONAIS ARRANCAM ESTE FINAL DE SEMANA

É já esta noite que o pontapé de saída do Campeonato Nacional da Divisão de Honra será dado, quando às 20,15 h o Técnico-CDUL se iniciar.

Sofrendo mais uma alteração na sua forma de disputa, a Divisão de Honra vai este ano contar com 12 equipas, distribuídas numa primeira fase em três grupos de quatro, para depois os dois primeiros de cada grupo se juntarem e disputarem o título nacional, enquanto as duas últimas de cada grupo irão correr na fuga à despromoção.

TUFÃO HAGIBIS PERTURBA MUNDIAL E PODE ALTERAR A LISTA DOS APURADOS...

A passagem do Tufão Hagibis pelo Japão - considerado desde já o mais forte da temporada de 2019 e deve causar perturbações consideráveis nas áreas de Tóquio, Yokohama e City of Toyota (*1), vai provocar grandes alterações no desenrolar do Mundial, com o cancelamento de alguns jogos, e a atribuição a cada uma das equipas de dois pontos na tabela classificativa.

O cancelamento de alguns dos jogos poderá ter impacto direto no apuramento para os quartos de final, mas até este momento apenas foram cancelados os jogos Nova Zelândia-Itália e Inglaterra-França.

10 de outubro de 2019

PAÍS DE GALES VENCE FIJI E GARANTE APURAMENTO

O País de Gales venceu a Fiji por 29-17 e garantiu o apuramento para os quartos de final, acompanhando no Grupo D a Austrália, embora ainda faltem dois jogos para o encerramento da fase de apuramento.
Nesses dois jogos a Austrália vai defrontar a Geórgia e o País de Gales enfrenta o Uruguai, mas mesmo que o impensável aconteça - a derrota dos australianos ou dos galeses - isso não terá qualquer influência na decisão quanto aos apurados, podendo apenas inverter a sua ordem na tabela classificativa.

7 de outubro de 2019

SPRINGBOKS DEFRONTAM CANADÁ E VÃO DECIDIR O SEU APURAMENTO

No único jogo desta terça feira a África do Sul vai defrontar o Canadá e com certeza vai vencer, assegurando o seu apuramento para os quartos de final.

Mesmo com o ponto de bónus que devem conseguir, os sul-africanos deverão terminar na segunda posição do grupo, atrás da Nova Zelândia, que mais que provavelmente derrotará a Itália no seu último jogo.

6 de outubro de 2019

FRANÇA SOFRE MAS GARANTE PRESENÇA NOS QUARTOS DE FINAL

Num jogo que ofereceu muito mais problemas e dificuldades do que se poderia pensar, a França acabou por vencer o Tonga por 23-21, e quem foi a vedeta do encontro foi com certeza a equipa do Sul do Pacífico!

Premiados com um ponto de bónus, os tonganeses recuperaram da derrota frente à Argentina e justificaram plenamente as honras do dia, ao marcarem três ensaios e sofrendo apenas dois.

PRÉMIOS 2018-2019 DA FEDERAÇÃO ENTREGUES NAS CALDAS DA RAINHA

Em evento realizado no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha foram entregues os Prémios da Federação Portuguesa de Rugby referentes à época 2018-2019, numa iniciativa federativa que começou em 1991 sob a presidência de Raul Martins.

Este ano apenas foram atribuídos os prémios de Jogador e Jogadora, Treinador, Revelação, Árbitro e Carreira Desportiva.
Antes eram atribuídos ainda os prémios Fair Play Jogador e Equipa (últimos em 2003), Personalidade/Entidade (2018), Comunicação Social e Dirigente (2003).

DOMINGO DE CONFIRMAÇÃO PARA NOVA ZELÂNDIA E FRANÇA

Uma vitória da França frente a Tonga, coloca os franceses definitivamente nos quartos de final, independentemente do resultado do seu último jogo frente a Inglaterra.
Mesmo sem necessidade do ponto de bónus a França não deve deixar de o obter, enquanto a Tonga resta juntar forças para tentar vencer os Estados Unidos, fugindo assim ao último posto da tabela classificativa.

JAPÃO MARCA ENSAIO DO PONTO DE BÓNUS AOS 84 MINUTOS

Foram precisos 84 minutos para o Japão marcar o seu quarto ensaio frente a Samoa e garantir um mais-que-importante ponto de bónus, que no lavar das cestas pode fazer toda a diferença.
Foi uma vitória por 38-19 que só se confirmou na parte final do jogo, com a marcação de dois ensaios aos 75 e aos 84 minutos, que dilataram o marcador e acabaram por encher o Japão (o país!!) de entusiasmo e esperança.

5 de outubro de 2019

FIM DE SEMANA DE JOGOS IMPORTANTES E AUSTRÁLIA A PASSEAR

Num sábado em que a Austrália defronta o Uruguai numa partida em que a vitória vai com certeza pertencer aos australianos, e que vão somar o ponto bónus que lhes dará a liderança do Grupo D, a Inglaterra é favorita no jogo com a Argentina, assegurando desde já um lugar nos quartos de final, para compensar o Mundial de 2015, quando não conseguiu ficar entre os oito melhores.

Os argentinos para continuarem a sonhar com a presença na fase final do Mundial devem vencer a partida, mas isso não parece que vá acontecer, devendo os sul-americanos ficar com o terceiro lugar que lhes dará acesso direto ao Mundial 2023.

4 de outubro de 2019

ITÁLIA SEM CATEGORIA PERDE PARA ÁFRICA DO SUL POR PESADA MARGEM

Ao perder por 49-03 frente à África do Sul, a Itália mostrou a fragilidade do rugby europeu quando em presença de um dos grandes do sul, e deve ter perdido a possibilidade de chegar aos quartos de final pela primeira vez na história.

Note-se que o comentário que faço não tem por base a derrota, mas sim a expressão da mesma, quer nos números, quer em campo, onde nunca os italianos mostraram competência para perturbar os sul-africanos.

3 de outubro de 2019

ÁFRICA DO SUL ENFRENTA ITÁLIA EM JOGO DO GRUPO B

Amanhã, quando a Itália subir ao relvado para enfrentar a favorita África do Sul, disputa-se o primeiro jogo realmente definitivo do Mundial 2019, já que o vencedor da partida deve assegurar a passagem aos quartos de final.

Com uma terceira vitória a Itália não poderá mais ser alcançada na classificação pelos springboks, e mesmo com um empate ainda ficará na frente, transferindo a decisão para o diferencial de pontos marcados/sofridos que resultar do último jogo de cada uma das equipas, que defrontarão respectivamente a Nova Zelândia e o Canadá...

GEÓRGIA DESILUDE E FIJI MASSACRA, IRLANDA CUMPRE FRENTE A RÚSSIA

Pesada derrota da Geórgia frente a Fiji por 10-45 afasta a equipa europeia do apuramento direto para o Mundial 2023, e com isso rouba um lugar à Europa na competição, dificultando mais a tarefa de Portugal na sua ambição de estar presente no França 2023, repetindo o feito de 2007.

A Fiji foi claramente superior à Geórgia, e os sete ensaios que marcou - seis dos quais na segunda parte do encontro - são a melhor prova dessa superioridade subindo provisoriamente ao segundo posto do Grupo D da Fase de Apuramento.

2 de outubro de 2019

GEÓRGIA EM JOGO DECISIVO COM FIJI, IRLANDA ENFRENTA RÚSSIA

Começa amanhã a segunda parte da Fase de Apuramento, e começa com um jogo de extrema importância para as ambições europeias no Mundial de... 2023!
Na verdade uma vitória da Geórgia frente a Fiji é um passo (quase) definitivo para a garantir o seu (pelo menos) terceiro lugar no Grupo D e por isso mesmo a sua presença no Mundial daqui a quatro anos, assegurando uma vaga para a Europa, tal como aconteceu este ano, om a presença da Rússia.

FRANÇA VENCE MAS DESILUDE, NOVA ZELÂNDIA BATE NOVO MÁXIMO NA PROVA

Não houve nenhuma surpresa nos jogos desta manhã em que a Nova Zelândia bateu o Canadá por 63-0 e a França venceu os Estados Unidos por 33-9.
Mas a verdade é que se os All Blacks passearam a sua superioridade, com nove ensaios marcados, os franceses tiveram bastante dificuldade em conseguirem o ponto de bónus de ataque, o que veio a acontecer apenas nos derradeiros 15 minutos de jogo, com a obtenção nesse período de três dos cinco ensaios que marcaram.

MUNDIAL 2019 - FASE DE APURAMENTO COMPLETA PRIMEIRA METADE

Com os dois jogos de amanhã completam-se os primeiros 20 jogos da Fase de Apuramento do Mundial do Japão, com cinco encontros em cada Grupo já realizados.

Não se esperam surpresas para este dia, com a França a defrontar os Estados Unidos e a Nova Zelândia a encontrar o Canadá, e os dois favoritos devem não apenas conseguir o ponto de bónus ofensivo, como ainda irão aproveitar para rodar alguns jogadores, com os olhos postos nos jogos dos últimos dias, ou mesmo já na Fase Final da competição.

ESCÓCIA VENCE SAMOA, MAS NÃO CONVENCE

A Escócia venceu Samoa por 34-0, com dois ensaios de penalidade obtidos na segunda metade do jogo, o segundo dos quais mesmo perto dos 80 minutos, deixando fortes dúvidas quanto à capacidade dos escoceses para disputarem uma das duas posições que dão acesso aos quartos de final.

Com este encontro se concluiu a primeira metade do Grupo A, onde o Japão desponta como um dos grandes favoritos ao apuramento, com Samoa e a Escócia pela frente na segunda metade da prova.

29 de setembro de 2019

GALES VENCE AUSTRÁLIA EM GRANDE JOGO, GEÓRGIA BATE URUGUAI

Foram precisos 32 anos para o País de Gales vencer a Austrália em jogos do Mundial, depois da longínqua vitória por 22-21 em 1987! E não se julgue que foram poucos os jogos decisivos entre as duas equipas!
Foram cinco as vezes em que os galeses tiveram que baixar a cabeça aos australianos - em 1991 (3-38), em 1999 (9-24), em 2007 (20-32), em 2011 (18-21) e em 2015 (6-15)! - imaginem então o que se passou na cabeça do País de Gales quando, depois de 40 minutos de sofrimento |(na segunda parte a Austrália teve 77% de posse de bola!) finalmente a vitória chegou!

28 de setembro de 2019

NOS PRÓXIMOS DIAS TEMOS GEÓRGIA-URUGUAI, AUSTRÁLIA-PAÍS DE GALES E ESCÓCIA-SAMOA

Três jogos que vão ter influência decisiva na classificação do Grupo D (Geórgia-Uruguai e Austrália-País de Gales) e do Grupo A (Escócia-Samoa) vão prender a atenção dos amantes do rugby no domingo e segunda feira.

O primeiro desses jogos vai ajudar a definir quem será o terceiro classificado do Grupo D, ou a Geórgia ou o Uruguai, embora ainda haja muito para jogar.

JAPÃO VENCE IRLANDA E CAMINHA PARA O APURAMENTO!

A vitória do Japão sobre a Irlanda por 19-12 é a grande notícia do dia, e sem dúvida um resultado que vai marcar o Mundial 2019, como a sua vitória sobre a África do Sul marcou o Mundial 2015.

O Japão não só venceu o jogo como teve mais posse de bola (51%-49%) com destaque para a primeira parte (58%-42%), transportou a bola numa maior distância (503mt-318mt), ultrapassou a linha de vantagem mais vezes com a bola na mão (60-45), fez mais passes (201-166), concedeu menos penalidades (6-9) e esteve melhor na placagem (93% de sucesso contra 90%).

27 de setembro de 2019

SEMANA 2 COMEÇA COM JOGOS (QUASE) DECISIVOS

Depois de realizados os primeiros jogos começam a definir-se as posições das equipas, e na verdade apenas a vitória do Uruguai sobre a Fiji constituiu uma surpresa, e os poucos bónus defensivos ajudam a criar a ideia que não haverá muitas outras surpresas até final.

De qualquer forma ainda é cedo para ter uma opinião sustentada sobre quem passa aos quartos de final, pois alguns dos Grupos de apuramento apresentam três ou quatro candidatos aos dois lugares disponíveis.

ITÁLIA VENCE CANADÁ E CONVENCE, INGLATERRA CUMPRE FRENTE AOS EUA

Um excelente jogo da Itália esmagou o Canadá pelo mais expressivo resultado deste Mundial (48-7) e mostrou uma equipa adulta, capaz de enfrentar desafios mais importantes, e ambicionar mais do que um simples terceiro lugar na fase de apuramento.

Com 95 pontos marcados, 14 ensaios na bagagem e 2 pontos de bónus, os italianos com certeza já garantiram o terceiro lugar, e podem agora ambicionar ir mais longe na prova, encarando Nova Zelândia e África do Sul dispostos a lutar pela classificação aos quartos de final.

25 de setembro de 2019

URUGUAI FESTEJA VITÓRIA SOBRE FIJI, COM INTEIRA JUSTIÇA

A excelente vitória do Uruguai sobre a Fiji por 27-30 foi o resultado menos esperado de todos os jogos deste Mundial - foi o 10º jogo no Japão - mas foi inteiramente merecido e pode ter sido fortemente influenciado pelas 12 alterações no XV inicial que a equipa fijiana sofreu depois do jogo com a Austrália, como referimos na breve apreciação prévia ao jogo.
Como dissemos na altura, faltava saber se as mudanças significariam uma melhoria acentuada na equipa... O resultado fala por si...

ITÁLIA-CANADÁ E INGLATERRA-EUA ENCERRAM PRIMEIRA SEMANA DO MUNDIAL

Nesta quinta feira disputam-se os últimos jogos da primeira semana do Mundial, com a estréia do Canadá e dos Estados Unidos que defrontam respetivamente a Itália e a Inglaterra, e embora as ambições das equipas sejam obviamente diferentes, os dois jogos prometem ser disputados do primeiro ao último minuto.

24 de setembro de 2019

SAMOA VENCE RÚSSIA MAS NÃO CONVENCE

A vitória de 9-34 de Samoa sobre a Rússia com a marcação de seis ensaios até pode parecer que Samoa foi um grande vencedor da partida, mas na verdade, e apesar da superioridade sobre a Rússia, a equipa do Pacífico não mostrou ter aquilo que é preciso para feitos de grande relevo.

Começamos por referir a questão disciplinar, e o benefício de uma interpretação questionável que ofereceu dois cartões amarelos a Samoa, por troca com dois mais-que-merecidos vermelhos.

23 de setembro de 2019

GEÓRGIA PERDE MAS MOSTRA PODER, RÚSSIA MANTÉM XV E FIJI MUDA 12 NO XV INICIAL

A pesada derrota da Geórgia frente ao País de Gales por 43-14 pode levar a pensar que tudo foram facilidades para os galeses, e que a Geórgia não tem capacidade para estas andanças.
Errado!
Na verdade, descontados os primeiros 20 minutos do jogo nos quais o País de Gales chegou aos 22-0, a história do jogo é bem mais equilibrada e resultou num embate de gigantes que nunca baixaram os braços.

22 de setembro de 2019

FACILIDADES INESPERADAS NA VITÓRIA DA IRLANDA SOBRE A ESCÓCIA

Naquele que prometia ser um jogo equilibrado e de vencedor desconhecido, a Irlanda dominou desde o primeiro minuto e não deu qualquer hipótese à Escócia, acabando por vencer por 27-3, depois de chegar ao intervalo na dianteira por 19-3, conseguindo o ponto de bónus como resultado dos quatro ensaios que marcou.

21 de setembro de 2019

ALL BLACKS SEGURAM LIDERANÇA, AUSTRÁLIA SOFRE E FRANÇA VENCE NO DROP!

A noite foi longa para quem quis acompanhar os jogos do Mundial, começando pelo sofrimento da Austrália às mãos da Fiji que dominou grande parte do jogo, apenas sendo ultrapassada no marcador aos 61 minutos, quando Tolu Latu, o Homem do Jogo, conseguiu o terceiro ensaio australiano que registou os 25-21 que deram início ao ascendente da Austrália que terminou com uns pouco reais 39-21 finais.

ESCÓCIA E IRLANDA DOMINAM DOMINGO MUNDIAL

Irlanda e Escócia, os dois principais candidatos às posições cimeiras do Grupo A, enfrentam-se numa partida que obrigará aquele que perder a vencer todos os restantes jogos, para garantir o apuramento, enquanto o vencedor fica com alguma margem para o embate com o Japão, que viu a possibilidade de apuramento ficar mais próxima depois da vitória com ponto de bónus frente à Rússia.

A quinta equipa deste grupo, a Samoa, apenas se vai estrear na competição na próxima terça feira, dia 24 de Setembro, frente à Rússia.

20 de setembro de 2019

NO MUNDIAL SÁBADO POUCO PRÓPRIO PARA CARDÍACOS...

O Mundial 2019 mal começou e vamos ter já dois encontros que podem determinar o rumo dos acontecimentos, com os Grupos B e C em destaque.

No Grupo B teremos um duelo de gigantes com cinco títulos mundiais em cima da relva, e muita tradição e rivalidade em jogo!

JAPÃO VENCE JOGO INAUGURAL E OBTÉM PONTO BÓNUS

Com 2015 na memória, o Japão venceu a Rússia por 30-10 e obteve um ponto bónus que pode no lavar das cestas determinar um eventual apuramento.
Recorde-se que em 2015 o Japão não conseguiu o apuramento para os quartos de final apenas pelo diferencial negativo de pontos de bónus, pois não tendo conseguido nenhum, sucumbiu nas contas da Escócia (2) e da África do Sul (4).

E ninguém pode ficar indiferente em relação a esta matéria, já que com Escócia e Irlanda no mesmo Grupo A, tudo pode voltar a ser resolvido pelos bónus conquistados e perdidos.

19 de setembro de 2019

JAPÃO E RÚSSIA DÃO PONTAPÉ DE SAÍDA NO MUNDIAL 2019

Será amanhã, a partir das 11,45 h (hora de Lisboa) que Japão e Rússia se defrontam na partida que inaugura o Mundial 2019!

O Japão que foi 3º classificado do seu grupo da fase de apuramento do Mundial 2015, tinha o lugar neste Mundial garantido por isso, e por ser o país organizador.

O MUNDIAL 2019 ESTÁ AÍ E O MÃO DE MESTRE DÁ-LHE TODAS AS INFORMAÇÕES QUE NECESSITA!

Quando na sexta feira, dia 20 de Setembro, no Tokyo Stadium de Tóquio, Nigel Owen der o sinal para o início do encontro entre Japão e Rússia, entraremos na derradeira fase do Campeonato do Mundo de Rugby XV, que teve o seu início com a realização do jogo entre São Vicente e Grenadinas e a Jamaica, no dia 5 de Março de 2016, que terminou com a vitória dos jamaicanos por 48-0, contando a partida para o apuramento nas Americas.

Foi uma longa caminhada que viu mais uma vez Portugal ficar pelo caminho - sem surpresa, mas com tristeza... - e permitiu assistir à confirmação

1 de agosto de 2019

ÉPOCA 2019-2020 APROXIMA-SE COM DH A RELEMBRAR O PASSADO

Com o regresso a um formato competitivo que foi utilizado no ano 2000-2001, e rapidamente substituído, a principal competição nacional já conhece a ordem dos jogos dos seus três grupos da fase de apuramento que reúnem as oito equipas que disputaram a Divisão de Honra na última época e quatro que disputaram a 1ª Divisão - as três primeiras e a sexta, já que a quarta e a quinta classificadas (CR Évora e Caldas RC) prescindiram do privilégio da subida em troca duma cautelosa manutenção na Primeirona.

24 de julho de 2019

PORQUE NÃO TREINADORES PORTUGUESES? *

(*) Carlos Dores - artigo de opinião
Dando seguimento a um repto lançado pelo Pedro Ribeiro num artigo de opinião sobre o apoio às seleções nacionais de rugby, foi esta a forma que encontrei para vincar esse mesmo apoio, após ter visto o último jogo dos sub-20 contra o Japão em terras do Brasil para o World Rugby Trophy.

O desempenho da nossa equipa de sub-20 só vem confirmar que os treinadores portugueses têm tido um desempenho deveras categórico, aliás como se provou também no recente apuramento para o Rugby Europe Championship.

21 de julho de 2019

PORTUGAL QUER VENCER JAPÃO E SUBIR AO CHAMPIONSHIP

Hoje quando forem 23 horas em Lisboa, a seleção nacional de sub-20 estará começando a disputar a final do World Rugby Trophy contra o Japão, o que acontece pela segunda vez em três anos, curiosamente contra o mesmo adversário.

O vencedor desse encontro acederá ao escalão principal dos sub-20 no mundo em 2020, em substituição da Escócia, última classificada este ano e por isso despromovida.

6 de julho de 2019

PORTUGAL SUB-20 ENFRENTA TROPHY NO BRASIL

Pelo terceiro ano consecutivo Portugal Sub-20 disputa o World Rugby Trophy com os olhos postos na subida à divisão principal do escalão.
Esta será a quinta participação de Portugal na competição, com estreia no Chile em 2013 (6º lugar) e retorno em Portugal em 2015 (7º lugar).

Ausente em 2016 (Zimbabwé), Portugal viu a vitória fugir depois de um controverso jogo terminado a 15 minutos do fim, frente ao Japão que acabou por vencer a edição de 2017 no Uruguai.

26 de junho de 2019

OS FENÓMENOS SÃO RAROS... E POR ISSO MESMO SÃO FENÓMENOS...


A afirmação de que os fenómenos são raros, feita num contexto específico pelo Manuel De Mascarenhas Gaivão diz muito mais do que parece e acaba por estar na base do sucesso ou insucesso de uma iniciativa...
Na verdade você vai ter muito mais interesse pelas coisas que são raras, que você apenas pode ver de vez em quando do que pelas coisas a que você tem acesso diariamente ou com bastante frequência.
Uma coisa que se repete à exaustão deixa de ser uma coisa fantástica e passa a fazer parte do seu quotidiano, deixando de chamar a sua atenção, de provocar a sua extrema vontade de estar presente e assistir...

NOS SEVENS FEMININOS PORTUGAL FALHA O REGRESSO AO PRINCIPAL NÍVEL COMPETITIVO

Depois de ter sido despromovida do principal nível competitivo para o Sevens Trophy a equipa portuguesa não conseguiu este ano regressar ao nível superior, embora tenha tido um excelente comportamento na segunda etapa da prova, com quatro vitórias e apenas duas derrotas, assegurando o 5º lugar em Lisboa e o 6º da classificação geral.

Rebaixada conjuntamente com a Alemanha em 2018, as portuguesas viram as alemãs regressarem ao GPS, juntamente com a Roménia, ambas com uma vitória e um segundo lugar nos dois torneios que compuseram a prova.

SEVENS NA EUROPA MOVIMENTAM GPS MASCULINO E APURAMENTO PARA TÓQUIO E O MUNDIAL 2020

O Grand Prix Sevens da Europa, etapa de Moscovo, foi o evento mais importante do fim de semana internacional na Europa, e a França acabou por ser a grande vencedora, ao bater a Irlanda por 31-26, numa final que foi dirigida pelo árbitro português Paulo Duarte.

E é precisamente por aqui que começamos os nossos comentários ao fim de semana.
A presença do Paulo Duarte em grandes jogos de sevens deixou de ser surpresa ou coisa rara, antes pelo contrário, e a sua presença como árbitro principal na final da etapa de Moscovo do Grand Prix Sevens da Europa foi apenas mais uma dessas presenças.
Que no entanto nos enchem de alegria e orgulho! Parabéns!

23 de junho de 2019

O FORMATO DOS TORNEIOS DE SEVENS E A REPETIÇÃO DE JOGOS

Quando os sevens começaram a ser disputados na Escócia os torneios eram basicamente provas de eliminação direta sem fase de grupos, como ainda hoje acontece, 136 anos depois...

Com o surgimento do Hong Kong Sevens em 1976, tudo mudou, e durante muito tempo estabeleceu-se como princípio a constituição de uma fase de apuramento com oito grupos de três equipas - para um total de 24 - para só depois se entrar na fase eliminatória.

22 de junho de 2019

A IMPORTÂNCIA DOS SEVENS PARA A AFIRMAÇÃO DE PORTUGAL NO MUNDO DO RUGBY

Hoje, que o Grand Prix Sevens dá o seu pontapé de saída em Moscovo, é a altura apropriada para dar a conhecer - ou relembrar... - quão importante Portugal foi nos sevens da Europa, desde que os campeonatos europeus da especialidade foram criados em 2002.
Você que anda mais distraído talvez não saiba que nos primeiros 9 anos (2002-2010) Portugal venceu o Campeonato da Europa por 7 (sete!) vezes.
E não se julgue que a nossa equipa nacional venceu esses campeonatos por acaso, já que em duas dessas ocasiões o adversário de Portugal na final foi a França, noutra foi o País de Gales, noutra ainda foi a Itália, duas vezes foi a Rússia e uma vez foi a Geórgia...

19 de junho de 2019

ACADEMIA PEDRO LEAL OFERECE DUAS SEMANAS DE MUITA QUALIDADE

O Mão de Mestre falou com Pedro Leal, o internacional português responsável pela Academia que leva o seu nome, e que terá a sua última presença no Campo de Monsanto a partir da próxima segunda feira.

Pedro Leal confidenciou-nos que "esta será a ultima vez que realizaremos as Academias no Grupo Desportivo de Direito e por isso gostaríamos de terminar esta ligação que dura há seis anos com duas semanas de muita qualidade e se possível com o maior número de atletas participantes.

Para isso teremos a coordenar a Academia eu e o meu irmão, e como treinadores residentes os Internacionais João Belo e Fred Filipe.
Além dos treinadores residentes, teremos a presença diária de vários jogadores Internacionais e alguns técnicos consagrados."

16 de junho de 2019

QUE TODO O RUGBY SE JUNTE EM TORNO DA NOSSA SELEÇÃO NACIONAL

* Pedro Sousa Ribeiro
Portugal conquistou ontem o direito a disputar o Rugby Europe Championship na época 2019/2020 depois de vencer a Alemanha por 37-32 no jogo do Play-off disputado em Frankfurt.

Antevia-se um jogo de elevada dificuldade para Portugal já que a Alemanha, depois de muito má participação no RE Championship dos dois últimos anos (10 jogos, 10 derrotas), preparou-se com intensidade para este jogo tendo chamado à equipa todos os seus melhores jogadores, que atuam em campeonatos profissionais fora da Alemanha e que não estiveram disponíveis para os jogos anteriores.

PORTUGAL REGRESSA AO CHAMPIONSHIP, DEPOIS DE UMA PASSAGEM PELO TROPHY

Portugal regressa ao convívio das melhores equipas da Europa, depois de uma passagem de três anos pelo segundo nível competitivo do Continente - não considerando o Torneio das Seis Nações, claro!

Foi um período marcado por acontecimentos que prejudicaram objetivamente os interesses nacionais

14 de junho de 2019

SEVENS EM PORTUGAL - QUE FUTURO?

Os dois últimos finais de semana foram marcados pelo regresso do velho Lisboa Sevens e pela segunda edição do Algarve 7's, que constituíram dois excelentes momentos da variante olímpica do rugby em território nacional.

Se o torneio de Lisboa teve como destaque natural o regresso de um nome que ficou marcado no rugby sevens mundial como um dos mais importantes dos anos 80/90/00 e na ideia que foi passada que o regresso é para ficar, o torneio de Vila Real de Santo António assumiu uma clara tentativa de marcar um espaço no calendário internacional, com os olhos postos - quem sabe?? - numa etapa de um eventual circuito internacional que venha a servir de acesso ao Circuito Mundial, onde se encontra a nata do rugby sevens mundial.

12 de junho de 2019

SAMURAI VENCE GLS ALGARVE 7'S

Os Samurai são os grandes Campeões do GLS Algarve 7’s 2019.
A equipa de convites formada por jogadores de várias nacionalidades e treinada pelo internacional português Pedro Leal,  derrotou a França na final da competição por 17-14, numa partida de grande equilíbrio em que os Samurai souberam gerir o jogo e no esforço final encontraram o ensaio vitorioso (17-14).

O evento, que se cumpriu durante este fim-de-semana, 8 e 9 de junho, em Vila Real de Santo António, contou com cerca de 50 Equipas e 700 Jogadores.

9 de junho de 2019

NO GLS ALGARVE 7'S, SAMURAI, FRANÇA E ITÁLIA DOMINAM

O primeiro dia do GLS Algarve 7’s 2019 decorreu este sábado, 8 de junho, no Complexo Desportivo de Vila Real de Santo António.
Durante este fim-de-semana, cerca de 50 Equipas e mais de 700 Jogadores vão pisar o relvado.
As competições “Elite Masculino”, “Open Masculino” e “Open Feminino” começaram esta manhã. Alguns dos jogos da fase de apuramento transitaram para domingo.
No ‘Torneio de Elite’, os Samurai e as Seleções de França e Itália venceram todos os jogos que disputaram.