3 de maio de 2014

DIREITO E CDUL NO TOPO, GROUNDLINK CALDAS E LOUSÃ NA FINAL

Ainda não conhecendo todos os resultados das duas principais divisões nacionais, sabemos já que o Direito pulou para a frente da classificação, terminando a fase de apuramento na 1ª posição, e que o CDUL roubou o segundo lugar ao Técnico, por ter vantagem nos factores de desempate.

Entretanto na Primeirona, o Groundlink Caldas assegurou a presença na final ao derrotar o Évora por 33-5, com 19-0 ao intervalo, o mesmo acontecendo com a Lousã que derrotou o Benfica por 22-12, com 6-5 ao intervalo.


Quanto à Divisão de Honra, o Direito foi às Olaias vencer o Técnico por 13-27 (ainda não sabemos se com ou sem bónus de ataque) e o CDUL foi à Guia derrotar o Cascais por *24-17*, e com esses dois resultados o Técnico foi relegado para a terceira posição da tabela.

Para definição do sexto classificado e último apurado para o Play-off, o CDUP foi vencer a Arcos de Valdevez por 22-40*, terminando na oitava posição com 33 pontos, o Cascais, como já dissemos, perdeu com o CDUL, mas registou o bónus defensivo e terminou em sétimo com 34 pontos, e a Académica venceu o Belenenses por 24-19, sem bónus de ataque, mas somou um total de 35 pontos e arrebatou o sexto lugar.

Acompanhe o Mão de Mestre para mais informações ainda hoje.

17 comentários:

Anónimo disse...

Boa tarde,

Direito fez 3 ensaios

Anónimo disse...

Parabéns ao Groundlink Caldas mais uma dificuldade ultrapassada, agora façam-nos o favor de trazer a vitória na final.

Afinal o Lousã não poderá fazer o mesmo tipo de jogo que fez nas Caldas, na final terá que mostrar que joga Rugby.

Anónimo disse...

Seria conveniente dizer que o CDUL venceu com ponto de bónus (4-1) e com o derradeiro ensaio a ser concretizado no...último minuto. A oval foi ao centro, saída, avant e fim de jogo.

Manuel Cabral disse...

Anónimo das 22:32
Os pontos de bónus no Mão de Mestre são sinalizados com um (*), e a apresentação do resultado do jogo como *24-17* significa que o vencedor conseguiu o bónus de ataque e que o derrotado conseguiu o bónus defensivo.
Quanto ao que se passou em campo, deixamos isso para a habitual crónica dos jogos, já que este artigo misto DH/1ªDivisão, serviu apenas para deixar registados os efeitos mais importantes dos resultados verificados.
Aliás como se diz na última frase do próprio artigo...

Anónimo disse...

Em Cascais na ultima jornada do campeonato aconteceu um resultado quase "impossível", ponto de bónus ofensivo e defensivo (importante para as duas equipas).

Nos outros 89 jogos do campeonato nunca aconteceu tal.
Dá que pensar ...

Anónimo disse...

Já agora, aqui fica o comentário!

Num jogo que era mais importante para o Técnico que para o Direito, é caso para dizer que o Natal chegou às Olaias, com uma equipa, tal Pai Natal a distribuir brindes atrás de brindes!

Na primeira parte, com um 3-3 que persistia, o esteve sempre instalado no meio campo de Direito, que defendia com grande eficácia todas as investidas do Técnico. Até que ao cair do pano assistiu-se ao ensaio mais insólito dos últimos anos (ou de sempre): penalidade aos postes de Malheiro, que falha e, enquanto 2 jogadores do Técnico ficam calmamente a olhar para a bola, sem se mexerem, aparece do nada um jogador do Direito, que marca, para surpresa geral (1º brinde e 3-10 ao intervalo).

Na segunda parte o Direito acordou e com algumas substituições veio para cima do Técnico e foi a vez deste defender bem até que, num mau passe longo para a ponta, intercepção e segundo ensaio de Direito (2º brinde).

Uns minutos mais tarde, nos 5 metros defensivos, o defesa do Técnico tem todo o mundo para pôr a bola fora de campo mas, preferiu bailar em frente a dois jogadores do direito e quando chuta a bola é inteceptada e ... ensaio (3º brinde)

Num ápice 6-27! O Técnico veio para cima do Direito, ainda reduziu para 14-27 numa jogada brilhante do Hancy que, com 4 ou 5 chega-para-lá, tirou outros tantos jogadores da frente e marcou no meio dos postes.

Nos minutos que faltavam não foi possível alcançar aquele pontinho de bónus que tanta falta fazia...

Uma palavra para a grande arbitragem de Tiago Silva: sereno, seguro, bem a decidir tecnicamente, com personalidade! A melhor arbitragem que vimos em toda a fazer regular! Parabéns

Anónimo disse...

Na Tapada acho que ficou :
Agronomia 88 v Montemor 0

Joao Bettencourt disse...

Anónimo das 22 52
pela 1 vez vou fazer um comentário num blog, e lógo para responder a um triste que acha que no rugby se pode combinar resultados, tu nunca deves ter jogado rugby ,se não sabias que nenhum jogador de rugby permitia tal coisa,

Alêm disso para que saibas o nosso ponto bónus não nos serviu de nada porque jogamos sempre em casa o play-of da descida

Parabéns ao cdul porque ganhou um exelente jogo de rugby
Parabéns á academica que ficou em 6 lugar

João Bettencourt

Anónimo disse...

Independentemente de Cascais, Académica, Porto, deverem ter tido o cuidado de apenas depender de eles próprios e não ficarem á esper de terceiros, é um facto qu este campeonato está ferido na verdade desportiva desde o inicio, e esta ultima jornada foi o ponto alto dessa verdade, o Belenenses joga em Coimbra sem 10 dos provaveis jogadores que vão participar nos play off contra Agronomia, Afu, rafael, salvador, seara, kiko. v.a, miranda. freud. duarte, mirra,antonio. v.a,.
Uns porque estão nos sevens, outros porque se magoaram ao serviço das seleções e ainada outros a recuperar de lesões.

Anónimo disse...

Mas não foi assim o campeonato todo?
As equipas do grupo B não jogaram sempre com as do grupo A desfalcadas?
Ou sou agora como Académica conseguiu BRILHANTEMENTE o 6º lugar, com uma equipa com poucos recursos muito jovem, mas uma grande atitude, e que se lembram disso (eu nem sou da Académica pelo contrario estive a competir directamente com eles).

Anónimo disse...

Mas será possível que até o 6º lugar da Académica, ganho pelos Pretos sem favores, cause nervoso miudinho em alguma gente de má índole e maus princípios?
Se ficamos perto da frente levamos na cabeça, se fazemos por não descer na cabeça levamos, e o mais curioso disto tudo é que sempre que fazemos alguma coisa em nosso proveito, a culpa é dos nossos adversários terem muitas baixas, muita gente nas seleções... gaita. Nó também gostávamos de ter muita gente nas seleções mas até nisso somos deixados de lado. Agora não queiram tudo. Não podem querer estar com Deus e o diabo ao mesmo tempo.

Anónimo disse...

Muito menos previsível que a vitória da acadêmica foram os pontos de bônus do cascais e até o quase ponto de bônus do tecnico, i.e., cdul e direito já em fase de poupanças/recuperação para os jogos decisivos ? Parece que sim. A acadêmica só é pena é não ter apresentado equipa de sub 23 de resto nada a dizer estão porque fizeram por isso. Nisto dos sub 23 se calhar até foram mais coerentes que outros que andaram a época toda com meia equipa para cima e para baixo ...

Anónimo disse...

Meu caro, vê o quinze que o Cdul jogou em Cascais e perceberás que não houve nenhuma poupança, o Cdul era o unico dos três adversários (Cdul, Belenenses e Crav) que precisava deste jogo para subir na tabela. Foi a Cascais com tudo, mas deparou-se com 15 (muitos sub-21) leões que merciam melhor sorte. Parabéns ao Cdul e Cascais pelo fantástico jogo que proporcionaram ontem na Guia.

Anónimo disse...

Muito bem, esclarecido. Os sub21 são seniores, sempre foram como sabes, todas as equipas jogam com vários sub21 ... Um abraço

Anónimo disse...

"Afinal o Lousã não poderá fazer o mesmo tipo de jogo que fez nas Caldas, na final terá que mostrar que joga Rugby."
Já se defrontaram 3 vezes esta época, e em nenhuma o Caldas venceu. Então quem terá que fazer outro tipo de jogo?? A Super equipa do CALDAS, está á espera de um jogo para vencer um campeonato que brilhantemente a Lousã conquistou na regularidade de um verdadeiro campeonato. Mérito a duas grandes equipas, mas em que este tipo de calendário não retrata uma prova de regularidade, nem serve para nada. Felizmente chegam os dois melhores à final, mas poderiam ser o 5º e o 6º classificado a lá chegar. Ou não???

Anónimo disse...

Este é o formato do Campeonato e quando as equipas o iniciaram já sabiam que iria ser assim, que a regularidade não conta para nada, por isso se fosse o 5º ou o 6º a vencer certamente o venceriam com todo o mérito.
Todos sabiam no início que o que contava eram os jogos finais por isso não vejo o que é que a Lousã já conquistou, ganha o campeonato quem ganhar a final, quem ficar em segundo não fica para a História.
A não ser que na Lousã já estejam a preparar as desculpas para uma eventual derrota.

No Rugby quase sempre vence a equipa que está melhor no momento, por isso será sempre muito difícil quem ficar em 5º ou 6º ganhar um campeonato, veremos quem está melhor no Sábado, aquilo que se viu ao longo da época não permite dizer qual a equipa melhor, se o Lousã ou se o Groundlink Caldas, no Sábado será o tira teimas final.

Penso que a responsabilidade está mais do lado do Lousã porque foi imbatível ao longo da época e porque perder agora seria morrer na praia, foi igualmente a equipa que mais investimento fez, além de ter sido a única equipa a assumir que o objectivo era a vitória no campeonato.
O Groundlink Caldas é uma espécie de outsider a quem as coisas parecem ter corrido bem este ano, mas o risco que correram foi enorme com a mistura de jogadores com duas culturas diferentes, não sei se tem já a equipa suficientemente madura para a subida ou sequer para ganhar jogos de maior carga psicológica mas esta equipa do Caldas é já, independentemente do resultado, uma das surpresas agradáveis do rugby nacional e a par do Técnico, uma das equipas vencedoras desta época.

O jogo será disputado "taco-a-taco" com ligeiro favoritismo para o Lousã e maior obrigação para esta equipa também.

Anónimo disse...

Anónimo das 13.48, ou andou de férias e chegou agora a Portugal ou não sabe nada do que se passa no Rugby Nacional . e assim é melhor ficar calado do que dizer baboseiras.... vamos por partes :

1. Não vivo na Lousã nem nas Caldas, mas vivo na zona centro e já vi vários jogos da Lousã e do Caldas.

2. Tenho imenso respeito , pelo José Redondo, um verdadeiro homem do Rugby e no ano em que quiser a Lousã até é campeã da Divisão de honra e pelo Vidigal que veio agitar o " bem estar" do rugby a nível nacional, atenção quando as equipas se tornam " subsidiodependentes " geralmente acabam mal.

3. Tanto uma equipa como a outra , podem vencer o jogo, mas penso que neste momento o Caldas é favorito , é mais equipa e a experiência dos seus jogadores a nível internacional e da Divisão de Honra , podem fazer a diferença. A maior parte da equipa da Lousã será a sua primeira final e um jogo desta importância.

4. Vir este anónimo dizer que foi a equipa da Lousã que mais investimento fez e que foi a única a assumir o objectivo da vitória, deve estar muito enganado. O projecto da Lousã, segundo sei é um projecto a dois anos e bem estruturado. Em realação ao " MAIOR INVESTIMENTO " ,está muito enganado, a não ser que os 8 ou 10 jogadores que vieram de Lisboa para jogar para o Caldas , estejam a PAGAR PARA JOGAR NO CALDAS, aí a Lousã realmente investiu mais , porque tem como á muitos anos é comum na Lousã dois jogadores estrangeiros.
A propósito de investimento , não é a Lousã que vai estagiar para um Hotel 3 dias antes da FINAL.

5. Porque é que a Lousã tem obrigação de vencer ? Então o Caldas , só está no campeonato para fazer a mistura de duas culturas de Rugby diferente, e essa da carga psicológica para os jogadores Caldas é forte...... então o projecto do Caldas , segundo dizem os seus dirigentes não é a 3 anos ? Como podem jogadores da seleção nacional , terem carga psicológica numa final da 1º divisão, inclusivé tem o capitão da seleção nacional de sevens.

6. Tenho a certeza que irá ser um bom jogo de Rugby, duas equipas que se respeitam uma á outra, e que a FINAL seja uma festa do Rugby Português , tanto o José Redondo com o Vidigal merecem ,uma das equipas irá "morrer" na praia.