10 de setembro de 2013

ÁGUIAS MAIS PERTO DO “NINHO” APOSTAM NA FORMAÇÃO

A caminho de celebrar 90 anos de actividade ininterrupta, o Rugby do Benfica dá sinais de vitalidade, os seniores regressam aos treinos em Lisboa, agora nos Pupilos de Exército, e cria um polo de formação no Colégio Militar.

A direcção liderada por João Queimado parece dar passos firmes no sentido de produzir um novo impulso para o rugby do clube da águia, apostando em duas ideias fortes: a formação e o regresso a Lisboa.

Apesar da descida dos seniores à “Primeirona”, o Benfica é ainda o segundo clube a nível nacional com mais troféus conquistados no escalão sénior. 
Isto sem considerar os títulos conquistados pela equipa feminina que, a julgar pelo que fez ainda na última época, está bem e recomenda-se.

Além disso, é o clube português onde se joga rugby há mais tempo, com a oval em movimento desde 1924, apesar de contrariedades como a destruição do campo da Luz por ocasião das obras de construção do novo estádio.

Estas são razões mais do que suficientes para os responsáveis terem encarado a despromoção não como um drama, mas como uma oportunidade e um estímulo acrescido para introduzir mudanças que permitam num futuro próximo levar de novo o rugby da águia a voar alto.

"Crescer hoje para ganhar amanhã" é agora o lema e palavra de ordem para as próximas épocas, o que pressupõe uma aposta forte nos escalões de formação visando aumentar o número e a qualidade dos atletas em cada escalão, de modo a tornar possível "alimentar" a equipa sénior ano após ano.

Para tal, o clube abrirá já no próximo dia 16 um pólo de formação em Lisboa, mesmo em frente ao Estádio da Luz.

Com efeito, a celebração de um protocolo com os “vizinhos” do Colégio Militar permitirá utilizar três vezes por semana as instalações da instituição do Largo da Luz para aí acolher as crianças e os jovens dos 6 aos 15 anos que queiram iniciar-se ou passar a jogar rugby no clube encarnado.

Em simultâneo, na margem sul do Tejo, mas agora em S. João da Caparica, manter-se-á o pólo de formação da Caparica.

A passagem para S. João tem como objectivos poupar o relvado da Sobreda apenas para os jogos e melhorar a frequência e as condições de treino de todos os escalões.

Na equipa sénior também há mudanças, já que José Mendes Silva, timoneiro dos seniores e responsável máximo da estrutura técnica, passa a treinar também a equipa Sub-18, no que parece ser uma aposta em melhorar os índices da próxima geração de seniores encarnados.

Noutra importante alteração face ao passado recente, a equipa sénior treina-se agora exclusivamente em Lisboa, também ela muito perto do Estádio da Luz, mais concretamente no campo dos Pupilos do Exército.

A medida afigura-se acertada dado que não só abre as portas a quem até agora não “atravessava a ponte” como aproxima a equipa das estruturas essenciais (ginásio, posto médico, etc.).

Nem os veteranos parecem escapar a este novo elã havendo intenção de reactivar o núcleo de antigos jogadores, quer para participar em jogos e torneios vintage que se disputam em Portugal e no estrangeiro, quer para os aproximar das novas gerações e envolver na nova dinâmica.

Sinal disso pode, de alguma forma, já ser visto no recente reforço da estrutura:
Delfim Barreira (ex-secretário geral da FPR) e Rodrigo Santos Alves (ex-team manager da Selecção Nacional de Sevens) vão desempenhar funções na área administrativa;
Pedro Silva será o responsável pelo pólo do Colégio Militar e coordenador da Formação.

Em comum têm o facto de serem ex-jogadores que regressam ao clube.

O Mão de Mestre continuará a acompanhar a situação do mais antigo clube de rugby português, ciente da importância que ele tem, e da crise que atravessa.




9 comentários:

Anónimo disse...

Excelente notícia Mão de Mestre!

Parabéns ao Mão de Mestre e ao Benfica!!!! FORÇA

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Boa noite, se alguem tiver oaciencia para me responder, aqui vai: Alguma das equipas sub -16 ou 18 conseguiu subir de divisão? Estavam ambas a fazer um bom campeonato, mas nao me lembro do desenlace, para ser franco... Só mais uma questão, houve/haverá alguma mexida significativa no plantel? Um abraco, MTC.

Anónimo disse...

O Sporting CP não é a mais antiga equipa de rugby em Portugal ?

Apesar da paragem de 40 anos pode-se dizer que é a mais antiga ou não ?

Anónimo disse...

Equipa de Sub 16 subiu ao grupo A por desistência do Évora que ganhou a final do campeonato do ano passado do grupo B ao SLB e os Sub 18 mantêm-se no grupo B após terem sido afastados da final pela equipa do Bairrada que subiu ao Grupo A.

Anónimo disse...

Obrigado, grande melhoria relativamente ao ano anterior. Esta equipa de sub-16 tera de ser a base do renascimento do Benfica no rugby. Como benfiquista que via o rugby antes de ir para o futebol no estádio da luz, faz-me uma confusão tremenda nao se arranjar 1 espacinho para um campo de rugby na luz, mas enfim... O pior é que quando falo sobre rugby com outras pessoas que acompanham o Benfica, poucos querem saber... Abraços.

PSS disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Penso que a equipa de Sub-18 do Benfica também vai jogar na 1ª divisão, por desistência do St. Julians.

Anónimo disse...

Força glorioso!!!