13 de dezembro de 2013

SEGUNDONA SUL/LISBOA TAMBÉM REGRESSA AOS CAMPOS

A quarta jornada da Zona Sul/Lisboa da Segundona vai, curiosamente colocar frente a frente equipas que já se encontraram este ano na Taça de Portugal, em dois dos mais interessantes jogos do fim de semana.

O Oeiras venceu o Ubuntu, e o Vila da Moita derrotou o Belas em Outubro, mas será que a história se vai repetir?

Nas outras partidas teremos um duelo alentejano com a pequena viagem do Borba até Elvas e FCT e Sobredense, dois utilizadores do mesmo campo na Sobreda da Caparica - um caso curioso de duas equipas que, jogando uma contra a outra, jogam ambas em casa - vão também medir forças.
Vamos então aos jogos do fim de semana.

OEIRAS - UBUNTU
Estádio Nacional - Sábado, 14 - 14 horas
Em Outubro, em jogo da Taça, o Oeiras derrotou o Ubuntu por 10-5, mas esta foi a única vitória da equipa da Linha nesta época, contando por derrotas as três partidas que realizou para o Campeonato.
Contrariamente o Ubuntu só perdeu esse jogo este ano, registando três vitórias nos jogos do Campeonato.
Mas os jovens do Cacém apenas defrontaram equipas muito recentes, consideradas as mais fracas da prova, e o jogo com o Oeiras será a prova dos nove para sabermos onde fica o verdadeiro nível do Ubuntu.
Por outro lado o Oeiras defrontou e perdeu com aquelas que são consideradas as candidatas aos dois lugares do apuramento, pelo que será uma partida decisiva para que se saiba quem é quem...

BELAS - VILA DA MOITA
Campo António Pinto Bastos - Domingo, 15 - 16,30 horas
Derrotado no jogo da Taça, em Outubro, o Belas conseguiu três vitórias no Campeonato, uma das quais contra um rival directo na corrida do apuramento - FCT - enquanto o Vila da Moita, com três vitórias também, vai ter o primeiro encontro na prova com um dos seus pares.
Observámos o Belas no jogo com o Oeiras, e apesar da folgada vitória conseguida a verdade é que a equipa não nos impressionou, não parecendo ter evoluído em relação ao ano passado.
Em contrapartida o Vila da Moita, contando com alguns reforços de peso, e com a nova parceria com o Direito, parece apostado em apresentar  um jogo mais evoluído, ficando no entanto por saber qual o real valor dessa evolução.
Claro está que os resultado dos ribatejanos na Taça também devem ser tomados em consideração, e as vitórias sobre o Oeiras (73-3) e sobre a FCT (14-5) não deixam de ser importantes. E mesmo a derrota por 30 pontos frente à Lousã não se pode considerar um mau resultado.
Mas, por outro lado, quase tudo isto aconteceu em Outubro, e as equipas estiveram paradas quase um mês, tempo mais do que suficiente para que tudo se tenha alterado.
Na última época o Vila da Moita venceu em Belas na primeira jornada (20-21), mas o Belas venceu no Campo do Gaio, na 10ª jornada(10-20).

FCT - SOBREDENSE
Pista de Atletismo da Sobreda da Caparica - Sábado, 14 - 16 horas
Duas equipas de níveis muito diferentes, com todo o favoritismo do lado dos tecnológicos.
Os sobredenses vão ter que ter muita paciência e perseverança para aguentarem as 14 longas jornadas do Campeonato.
A FCT vai tentar capitalizar o máximo que puder, para tentar não descolar dos seus rivais Belas e Vila da Moita.

ELVAS - BORBA
Pista de Atletismo de Elvas - Sábado, 14 - 17 horas
Um jogo entre vizinhos e rivais, onde o apoio que os visitantes recebem do Montemor pode acabar por ser decisivo.
Duas equipas a precisarem de amadurecer, mas que devem ser apoiadas para que o rugby se fixe definitivamente no Alentejo, e que podem chamar para a sua roda o Portalegre e quem sabe, reanimar o Estremoz.
Seria da máxima importância conseguir que toda aquela zona frutificasse, pois isso seria um passo decisivo na dispersão do jogo pelo interior.
Quanto ao jogo, a rivalidade pode falar mais alto que a lógica, que neste momento indica algum favoritismo para os borbenses.

3 comentários:

Anónimo disse...

Quem se deslocou hoje ao Campo do Gaio na Moita, assistiu a um bom jogo de Rugby, com níveis de divisão superior. O Rugby Vila da Moita, fez hoje um jogo excelente, imprimindo sempre velocidade e pressão sobre uma equipe bem organizada, o Belas mas sem rugby suficiente para os homens da Moita.
A dinâmica imposta, a velocidade de jogo acima da média para esta divisão, resultou no resultado de 22-5 para os Ribatejanos.
Uma arbitragem com muitos erros, que não influenciou o resultado.

Skiweb disse...

"Em contrapartida o Vila da Moita, contando com alguns reforços de peso, e com a nova parceria com o Direito, parece apostado em apresentar um jogo mais evoluído, ficando no entanto por saber qual o real valor dessa evolução."
Se é verdade que tem "reforços" também é verdade que toda a equipa está a evoluir muito bem, também é verdade que tem parceria com o direito... mas ainda não se viu ninguém do Direito a jogar pelo RVM ou vice versa, como tal essa afirmação não passa disso mesmo... Todo o Mérito é da Equipa do RVM e do seu staff técnico!!! Não menosprezem o valor do RVM com "etiquetas" sff.O RVM está onde está por mérito próprio, quer gostem ou não. [José Chorão]

Anónimo disse...

Eu enquanto adepto de rugby acho que o jogo não foi assim tão desnivelado, pois ao intervalo estava 0-0 e equilibrado. O Belas pecou por não defender bem o jogo ao pé e também por utilizar e colocar nas mãos dos adversários. Quanto à arbitragem, foi sem dúvida, nenhuma uma das melhores arbitragens que assisti, digo isto porque o árbitro deixava jogar quando necessário, existiram 2 cartões amarelos, uma para o 7 da Moita por estar sempre a entrar de lado nos rucks e um para o 15 do Belas por placagem tardia e não deixava passar aquelas faltas que se costumam fazer na segundona, que é meter as patinhAS no ruck. O adepto que se queixou da arbitragem se calhar não está habituado a que se arbitre jogos como deve ser.. pois sem dúvida este foi muito bem arbitrado.