22 de abril de 2013

SÃO MIGUEL E SPORTING DECIDEM SEGUNDONA

Chega finalmente a seu termo a caminhada da 2ª Divisão que acabou por levar ao jogo decisório as duas equipas apuradas no grupo Sul/Lisboa, deixando para trás as equipas representantes do grupo Centro/Norte.

Mas não se pense que foi fácil a conquista, ou que as equipas minhotas foram inferiores às de Lisboa.

Apenas souberam aproveitar melhor as circunstâncias objetivas da fase final da prova, e conseguiram excelentes resultados na primeira mão apesar das derrotas sofridas.

Fica a certeza que o rugby dos "pequenos" clubes e das regiões está bem e merece que lhe seja dada a devida atenção, para que possa dar o salto para o palco nacional de que tanto carece e tanto merece!

SÃO MIGUEL 25-11 GUIMARÃES (48-33)
O São Miguel confirmou a sua posição de líder da zona Sul/Lisboa e inaugurou o seu "novo" campo com a mais importante vitória da época.
Na verdade o apuramento dos buldogues começou na passada semana, com a derrota tangencial em Guimarães, mesmo que ela não tenha agradado a alguns, e tenha mesmo surpreendido outros.
Na prática os lisboetas trouxeram do Minho um resultado que lhes abria o caminho da final, e em Lisboa aproveitaram bem as suas armas e a vantagem de jogar em casa, e garantiram o apuramento.
O Guimarães era a equipa que partia com menos possibilidades de qualificação, na cabeça de muita gente, e por isso o seu comportamento acaba por ter um especial destaque e merecer os maiores elogios.
Essa imagem de patinho feio da fase final começou a ser substituída por respeito e admiração quando os bravos conseguiram a vitória sobre o São Miguel na primeira mão, e acabou por se justificar plenamente com a réplica dada no encontro de Lisboa.
Uma coisa é certa, o Guimarães sai desta fase da prova de cabeça bem erguida, com o seu valor reconhecido e com o respeito generalizado dentro do meio.

SPORTING 28-15 FAMALICÃO (48-36)
O Sporting ganhou a eliminatória quando impediu que o Famalicão capitalizasse a
condição de dono da casa, na semana passada, e amealhasse pontos que o protegessem dos efeitos da viagem a Lisboa.
E desta vez aproveitou as vantagens de jogar em casa, explorou os seus pontos fortes e conseguiu o apuramento que muitos julgavam que acabaria por pender para a equipa minhota.
Os famalicenses viram a qualificação fugir-lhes, quando não foram conseguiram uma vitória folgada na primeira mão, que colocasse o adversário sob pressão que o poderia levar a cometer erros para serem explorados.
Mas a verdade é que a falta de adversário ao seu nível na zona Norte, primeiro, e depois no grupo Centro/Norte, pode ter contribuído para a falta de reação dos minhotos quando a ocasião exigia que tudo tivesse corrido melhor que bem.
A verdade é que fica uma certa sensação de frustração em relação ao que era esperado do Famalicão, mas sem que isso belisque minimamente a justiça da qualificação leonina!
Como o Guimarães, o Famalicão sai de cena de cabeça levantada, e com a certeza que pode ir mais longe.

Fotos: César Santos/Sporting CP

23 comentários:

António disse...

São Miguel - Sporting
3ª Batalha num 3º palco; e desta vez, é neutro.
Este será um duelo de titãs a não perder.

Anónimo disse...

so sobe um certo?

AV disse...

Quando as equipas do Norte/Centro não aceitaram um Modelo Competitivo idêntico ao do grupo Lisboa/Sul, optando por manter o modelo anterior, bem menos competitivo, limitaram logo à partida o potencial de chegarem à Final da competição.
As equipas do grupo Lisboa/Sul, com uma fase de apuramento super intensa, chegaram aos jogos decisivos com um ritmo de jogo claramente superior.
As equipas do Norte/Centro, se pretendem atingir outros níveis das competições nacionais, deverão começar por rever aquela em que actualmente participam, seguindo o exemplo do Sul.
Para bem do Rugby Nacional e da sua expansão por todo o território.

Anónimo disse...

Crónica de Jogo publicada no Mão de Mestre de 28 de Janeiro:

"CRAV B 36-6 FAMALICÃO (6-0)
Já fizemos referência anterior à questão da eventual utilização de jogadores da equipa A na equipa B, pelo que não o faremos hoje, mesmo que tenha sido essa a justificação para uma tão grande diferença pontual entre duas equipas que se mantiveram em planos equilibrados durante todo o resto da prova.
Mas também é natural que tenha havido uma certa descompressão famalicense que pode ter facilitado o desenrolar dos acontecimentos.
Agora espera-se que o Famalicão se prepare para a segunda etapa do apuramento, enquanto aos garranos resta festejarem o título de campeões não oficiais do Norte..."

Anónimo disse...

Sem dúvida será uma grande final com duas equipas que, em dois encontros, cada uma ganhou 1, com ligeira vantagem em termos de pontos para os "leões".
São duas equipas que já se conhecem, sabem a forma de jogar uma da outra, com jogadores fortes dos dois lados e que podem fazer a diferença.
Que ganhe o melhor!

Anónimo disse...

Grande jogo do Salvador Sousa!!!!

Anónimo disse...

Sem tirar mérito ao Sporting, o jogo da meia final foi de uma qualidade técnica indescritivel! Daí afirmar-se que o jogo S. Miguel - Sporting vai ser um duelo de titãs é no minimo muito ousado. Todavia é simpático e necessário ter este rugby em Portugal. Jáagora que ganhe o SCP e assim teriamos um Sporting - Benfica em 2013/2014.

Anónimo disse...

Como Benfiquista gostava de ver um Benfica-Sporting na próxima época na 1ª divisão.

Manuel Cabral disse...

Caro Joaquim Fonseca
Obrigado pela nota... :)

Anónimo disse...

As entradas dos pilares Carlos Castro e Carlos Janardo deram a volta ao resultado. estes abriram o livro e levam o sporting a uma final

Anónimo disse...

o jogo da meia final foi de uma qualidade técnica indescritivel? indescritivel de má ou boa?
Só porque só vi o final e já o SCP parecia ter ascendente sobre o Famalicão.
Vai ser um duelo de titãs... da segunda divisão! LOL

Anónimo disse...

cheira me que o Sporting estará sempre na 1ª divisão no próximo ano. Se ganhar tem o mérito, se perder sobem os 2...

Jojo disse...

Como Benfiquista desde quase sempre, sempre achei que em termos de rugby a paixão e o espírito são diferentes... mas respeito a clubite dos outros! Eu joguei uns largos anos no São Miguel (não esquecendo os meus tempos de Aranhas e sobretudo Técnico) e como é lógico apoio o meu clube de rugby, somos UM. E que ganhe o melhor em campo!!!

Jojo disse...

Mais acrescento que o Guimarães me deixou a melhor imagem! Uma equipa que se bateu bem, passe a atitude inteligente de ter viajado de véspera e o Sâo Miguel se ter deslocado ao norte no próprio dia, mas isso são contas de outro rosário!

mrcbairrada disse...

O Moita Rugby Clube da Bairrada defende completamente a implementação do modelo Norte / Centro como forma de aumentar o nível competitivo da região e também como forma de preparação para a fase final. É certo que exigiria mais esforços e sacrifícios de todas as partes mas uma equipa senior não pode ir disputar uma fase final com apenas 6 jogos disputados sendo que dois desses são contra equipas B, que não podem disputar o apuramento. Esta politica Regional nivela as equipas do Norte e Centro por baixo, principalmente as do Centro, com apenas 4 equipas. Penso que seria bom para o nosso rugby dar-mos o salto para esse modelo.
Estamos completamente abertos para o dialogo e para defender a instalação deste modelo.
Cumprimentos,

Diogo Rodrigues
(Presidente do MRC Barirrada)

Anónimo disse...

alguém sabe aonde vai ser o jogo

Anónimo disse...

Porque não virem algumas equipas de Lisboa para o Centro. O Norte já tem 6 equipas. O Centro receberia duas equipas e ficariam todas as zonas com mais ou menos o mesmo numero de equipas. Mas claro, as equipas de Lisboa não vão nisso

Anónimo disse...

Norte - 6
Centro - 4
6 + 4 = 10

Sul - 10

Anónimo disse...

Acho que a proposta do anónimo das 16h de 23/04 muitíssimo interessante.

Se não houver surpresas quem desce da 1ª será a Agrária e quem sobe é uma equipa do sul, pelo que que no próximo ano teremos:
Norte (6) /Centro (5) -11
Sul - 9

Acho muitíssimo boa, a ideia de se passar 1 ou 2 equipas do Sul para o Centro. Acho que na próxima época deveriamos ter (se não aparecerem novos clubes e os actuais se manterem):
Norte- 6
Centro - 7
Sul - 7

Anónimo disse...

Algumas equipas do Norte também querem e já queriam que o Norte se juntá-se ao Centro o ano passado mas houveram pelo menos 2 equipas que foram contra entre as quais as "B".

Anónimo disse...

Não mexam no Lisboa Sul, está bom assim como a época o provou, estas experiências de passar equipas de Lisboa para o Centro já se tentaram e não correram muito bem.

Como propõem escolher quem é que vai ter mais despesas para ir para a zona centro ? por sorteio ? maravilha para matar clubes não há melhor.

O Norte e o Centro têm de arranjar alternativas para se juntar , e existirem só dois grupos regionais como agora acontece.

Sul/Lisboa e Norte/Centro é a solução.

Lisboeta disse...

O grande problema é que não existem equipas do Sul. São todas de Lisboa ou coladas a Lisboa, como é o caso do Moita. A não ser que desça o Loulé e aí sim já há uma equipa do Sul.

Anónimo disse...

Fantástico o comentário de 24 de Abril às 16:13.

Primeiro diz: "Como propõem escolher quem é que vai ter mais despesas para ir para a zona centro ? por sorteio ? maravilha para matar clubes não há melhor."

E termina com " O Norte e o Centro têm de arranjar alternativas para se juntar , e existirem só dois grupos regionais como agora acontece."

Neste caso já não ha a preocupação de "matar clubes".

Aposto que isto foi escrito por alguem do Sul. Se calhar do Elvas, com receio de o passarem para a zona Centro, pois assim criava-se um grupo só com equipas de Lisboa que isso é que deve ser feito pois é o mais justo. :-)