26 de fevereiro de 2015

AVEIRO SURPREENDE E DERROTA SERRANOS *

* José Silva

Vamos olhar para o que se passou no fim de semana correspondente à jornada 11 do Campeonato Nacional da Segunda Divisão, Zona Norte/Centro, com dois jogos disputados - e uma grande surpresa - e vamos espreitar os jogos da jornada 12 a ser jogada no fim se semana que se aproxima

Começamos com a vitória dos bairradinos em Coimbra, e a surpresa da prova com a derrota dos serranos em Aveiro.


Em Coimbra jogou-se um duelo muito apetecível entre vizinhos e terminou com a vitória dos visitantes.
A Bairrada sai de Coimbra com a moral em cima, com esta vitória em casa de um adversário histórico e colada ao grupo da frente, para disputar um lugar na Fase Final.
A equipa da casa praticamente fica arredada da disputa dos lugares de acesso à final Four.
Muita coisa ainda pode acontecer, mas só se surgirem muitas mais surpresas é que os charruas estarão a disputar a Fase final.


Surpresa maior em Aveiro onde os locais vencem os serranos por um ponto.
Com este resultado os grifos afastam-se da colher de pau, enquanto ficamos à espera para ver que equipa do NR Lousã, surgirá daqui para a frente.
A forte equipa que já venceu o Famalicão, Bairrada e Agrária, ou a equipa que perde em Aveiro?
Com estes resultado fica assim a classificação;


Olhamos agora os jogos a disputar na jornada 12


O líder recebe o Aveiro num jogo que se prevê de sentido único.
Os bravos ainda não perderam na prova e com certeza que irão manter o registo perante os seus adeptos e perante uma equipa de outro campeonato, mas os grifos levam uma vitória perante a Lousã bem recente na memória, pelo que vão tentados a fazer, de novo, boa figura.
Apesar de tudo damos vitória bonificada aos da casa


Na Lousa os derrotados da ronda anterior encontram-se num outro derby regional.
Os serranos vem de uma derrota perante os grifos de Aveiro, enquanto os charruas perderam perante os bairradinos.
Prevemos um jogo interessante, dependendo da forma como as equipas irão assumir o desafio, que pode demonstrar até que ponto o resultado de Aveiro foi um erro de casting e perceber se a Agrária, quer e pode, ir  à meia final.
Partida a seguir para aferir das capacidades das equipas para o que resta do campeonato.
Jogo de tripla, mas o melhor é ir ver.

7 comentários:

Kings disse...

Caro José Silva, o resultado do jogo Aveiro-NR Lousã, faz-nos ter novamente a certeza das injustiças que estes regulamentos da FPR permitem. Não que seja culpa da FPR em si, até porque considero que existe um "Chico-espertismo" por parte da Lousã. Como exemplo, a inscrição de vários jogadores da equipa A, como atletas da NR Lousã. Só não esperava que isto surgisse através de um clube que tem por trás o Enorme José Redondo!...
Com esta atitude (mais associada até, a outros desportos que não o Rugby...mas a cada vez maior parecença entre o futebol e o Rugby, é tema para um longo post), os beneficiados seriam aqueles que jogariam contra a NR Lousã em dias de jogos importantes para a equipa A. Se na linha de trás, não há grandes inconvenientes, já na linha da frente os "danos" podem ser outros! E quem sai beneficiado com todo este "Chico-espertismo" é mesmo o GRUFC, em detrimento do Famalicão e da Moita (Bairrada), que tiveram o "azar" de defrontar um NR Lousã com grande parte da equipa A a titular...
Com plena noção da belíssima época que o GRUFC está a fazer (se bem que ainda hoje estou à procura da "lição de rugby" que dizem ter dado ao Famalicão..), sou obrigado a referir esta enorme injustiça...

Um bem haja,
Kings.

666 disse...

Boa tarde "Kings of the Jungle",
Espero que os resultados de uma jornada dupla na Lousã tenho deitado por terra todo o teu pensamento. Quase 50 atletas séniors envolvidos, todos inscritos e a jogar rugby. Isto é o Clube por trás de uma enorme instituição de utilidade pública.
Tenho pena que outros não o consigam fazer e que se vejam "gregos" para trazer 15 homens a jogo. Espero que esses clubes dêem a volta por cima mas apenas o conseguirão se deixarem de existir "Kings Kongs" que não percebem que não é acusando outros que o clube deles cresce.
O sol quando nasce é para todos pelo que não consigo perceber do que te queixas. Treina mais, trabalha mais e o resto acontecerá por acréscimo.
Abraço

Manuel Cabral disse...

Com dificuldade em fazer publicar o seu comentário, José Redondo solicitou-nos que o fizéssemos em seu nome. Ele aqui fica.
...//...
“Caro Kings
Reconheço justiça em parte das suas palavras e desconhecimento doutras em relação à Lousã, Agradeço a sua opinião a meu respeito, mas não concordo com a afirmação de “chico-espertismo” do RC Lousã.
Historicamente a Lousã teve a primeira equipa sénior em 1980 depois de 8 anos de trabalho a subir todos os escalões. Em 1983 participámos com muitas dificuldades com a equipa B, na altura designada por reservas. Sempre considerei que numa vila com 8.000 habitantes e somente um total de 17.000 em todo o concelho que, ou dava oportunidade a todos os atletas que treinavam, ou não teria possibilidades de ter uma equipa principal competitiva.
Vale a pena referir que de 1986 a 2005 sempre estivemos na 1ª divisão (actual Divisão de Honra) com somente duas descidas à 2ª divisão (actual 1ª divisão).
Na década de 90 a 2ª equipa participava como equipa satélite, o tal Núcleo de Rugby da Lousã, razão porque nem sequer conseguimos apoio para os seguros das equipas emergentes, ao contrário do Sporting, que pelos vistos nunca teve rugby…. Deixe-me aqui apresentar um pequeno dado histórico. A primeira vitória fora da Académica foi em 1963 precisamente contra o Sporting e eu tive a honra de envergar a camisola da Académica nesse encontro….
Nestes anos todos houve inúmeras alterações relativamente à participação das equipas satélites e/ou equipas BB.
Mas é aqui que no RC Lousã nos sentimos um pouco ofendidos quando fala de “chico-espertimos”, porque fomos precisamente nós que propusemos à alguns anos que as segundas equipas nunca pudessem interferir na classificação das equipas que verdadeiramente aspiram a subir.
E mais, conseguimos por proposta minha que as equipas BB não pudessem inclusivé disputar as fases finais e que no final do apuramento os seus resultados não seriam considerados. Ou seja os resultados seriam anulados como se duma desistência se tratasse e nenhum desses resultados interferiria na classificação das outras equipas. Ou seja, jogar com uma equipa BB reforçada até seria bom para as restantes equipas no sentido de aferirem melhor a sua qualidade.
Infelizmente á 2 anos por razões que não vêm a propósito explicar, a equipa BB da Lousã não pôde participar no campeonato.
No última época apareceu a “miraculosa” ideia de se disputar um campeonato de equipas BB.
Não concordámos mas tivemos de nos sujeitar e por isso a Lousã, Sporting, Loulé e Évora disputaram um campeonato das BB. O Caldas desistiu antes do inicio e o Técnico reclamou pois julgava-se- tal como nós - com o direito de participar na 2ªdivisão,
Vencemos os jogos todos mas nem direito a titulo tivemos (LOL).
Este ano decidimos reactivar a equipa satélite de acordo com o RGC.
As inscrições, foram feitas obviamente de acordo com o interesses desportivos do clube. Se houver algum director de qualquer clube que não proceda assim, ou seja defender os interesses do seu próprio clube indique-me o seu nome, pois será uma espécie rara e em vias de extinção.
Enviámos para o RCL os jogadores que nos garantiam maior presença a treinos e para o Núcleo aqueles que desejavam um rugby mais social.
O regulamento permite a troca de 5 jogadores por jornada.
O que acontece e aqui está a injustiça que eu sempre manifestei nos meus escritos, se a equipa principal tem um jogo considerado à partida mais fácil, é natural que os treinadores optem por enviar para a 2ª equipa alguns dos da primeira. Ficam todos a ganhar. Os jogos são mais equilibrados.
Isto leva à tal injustiça que aponta. Erradamente como “chico-espertismo”.
Termino dizendo com toda a sinceridade. Fiquei muito, mas mesmo muito preocupado com a vitória sobre a Agrária por uns impensáveis 32-0. Isso sim, isso é que nos deve preocupar, não por a Lousã estar melhor mas por um clube da minha região estar pior. O seu clube seria campeão nacional se…. todos os outros desistissem de competir. Certamente não é isso que deseja.
José Redondo”

Kings disse...

Caro José Silva,

Às palavras do Diabo, não vou perder tempo a responder...seguem de acordo com a minha linha de pensamento, de que cada vez mais o Rugby se aproxima do futebol, nas atitudes e nas palavras que prontamente descambam...enfim!...pode ser que quando o Demo sair destas lides, volte o civismo...

Quanto às palavras do José Redondo, que agradeço desde já ao José Silva pela sua transcrição, devo somente dizer que aquilo que escrevi serve para esta divisão e para este ano. Em nenhuma altura pretendi por em causa o trajecto do RC da Lousã, que desde cedo acompanhei porque não sou novo nestas 'lides' nem sou fruto deste novo Rugby nem desta nova linguagem 666. Sou conhecedor do exímio trabalho, dedicação e desenvolvimento do Rugby Nacional protagonizado pelo José Redondo, o que nunca esteve, nem está em causa no meu comentário.

Mas ainda assim, apesar de ser veterano quero continuar a jogar mais uns tempos e só o posso fazer na Segunda Divisão, pois a intensidade é totalmente difícil. Apesar disso, faço-o com o mesmo 'profissionalismo' com que joguei noutras divisões...e como tal, não posso deixar de reparar nestas 'injustiças' que o próprio José Redondo identifica...mesmo estando de acordo que é importante equipas mais fracas jogarem contra equipas mais fortes, para desenvolverem e melhorarem o seu Rgby, isso só faz sentido se não interferir na pontuação do campeonato ou, pelo menos, que seja em igualdade de circunstâncias para todos os intervenientes ditos 'mais fracos'. E parte daí o meu comentário.

A meu ver e depois de reler o que escrevi, não mudaria nada ao texto. "Chico-Espertismo" no pressuposto que utilizei, não é uma 'ofensa'.

Um abraço oval.

Kings disse...

*pois a intensidade é totalmente diferente (e não difícil)

Manuel Cabral disse...

A transcrição do comentário do José Redondo foi feita por mim e não pelo José Silva - duas pessoas distintas que assinam o que escrevem - na minha qualidade de gestor/proprietário do Portal.

Kings disse...

Caro Manuel Cabral,

Peço desculpa pelo lapso, do qual só me apercebi quando li tudo isto pelo computador.

Fica o agradecimento a si pela transcrição do texto do José Redondo.

Novo abraço oval,

Diogo Reis, CDUP e actualmente a jogar pelo CR Famalicão.

Kings é um 'nickname' que sempre utilizei e não por pretender anonimato. Um abraço Manuel Cabral!