9 de janeiro de 2014

URUGUAI APOSTA NA QUALIFICAÇÃO PARA O MUNDIAL, EM 2014 *

* Paul Tait
2014 será um ano importantíssimo para o rugby uruguaiano porque é o ano em que o país vai, ou não, classificar-se para o Mundial de 2015.
Depois de ficar fora dos Campeonatos do Mundo de 2007 e 2011 a URU reorganizou a sua administração para aumentar o nível da selecção nacional, Los Teros. 

A combinação de ter instalações melhoradas em Montevideo e uma agenda internacional detalhado colocou Los Teros numa posição melhor do que foi o caso quatro anos atrás.

O novo centro de alto desempenho no estádio nacional de rugby, o Estádio Charrúa, tem mantido o público de rugby animado.
Os jogadores agora podem treinar em instalações de alta qualidade e fazer isso num lugar preparado para o rugby. 
Agora que o URU está no controle do estádio, as expectativas são que o rugby no país será o grande vencedor com todos os escalões etários beneficiando do facto.

A selecção nacional está tentando corrigir os anos complicados em que o Uruguai não se conseguiu classificar para o mundial de 2007 por um ponto. 
Apesar de vencer por 18-12 contra Portugal em casa com quatorze jogadores no campo, foi Portugal quem se classificou porque os europeus tinham vencido o primeiro encontro em Lisboa por 12-5. 

Para o Mundial de 2011, os Teros terminaram como América 3, atrás do Canadá e dos Estados Unidos e assim o Uruguai enfrentou o Casaquistão num jogo de repescagem em 2010, e depois de vencê-lo em Julho avançou para enfrentar a Roménia no Play-Off da Última Vaga em November de 2010.

O primeiro jogo foi 21-21 em Montevideo e assim quem vencesse em Bucareste ia classificar-se como vencedor do Play-Off, sendo o último país classificado para o Mundial. 
A Roménia jogou muito bem vencendo por 39-12 e mostrando a sua superioridade. 

O Uruguai está querendo classificar-se para a final novamente este ano e enfrentará uma equipa inferior à Roménia. 
Em 2010 a Roménia foi Europa 3 por ter perdido um lugar entre os dois melhores para Geórgia e Rússia. Um fator importante para entender como a Roménia jogou tão mal é que na época foi proibido de escolher jogadores atuando fora do país durante a classificação. 
Assim a Roménia perdeu por 28-19 contra a Rússia e 22-21 contra Portugal, em casa.

Para 2015 a Roménia não está fazendo nenhum tipo de restrição e está no caminho de se classificar como Europa 2 depois de Geórgia. 
Assim o Uruguai enfrentará uma selecção diferente, possivelmente, a Rússia. 
Os Ursos não jogaram bem desde 2011 e perderam contra os Estados Unidos, Canadá e Japão sem
dificuldade. 
O Uruguai, por outro lado, demonstrou melhorias na Americas Rugby Championship em 2013 no Canadá e também em jogos contra Portugal e Espanha.

O país também tem jogadores novos actuando em clubes profissionais. O veterano de Castres, Rodrigo Capó Ortega, jogou no mundial de 2003 e foi campeão do Top-14 em 2013. 
Agora tem outros jogando bem em França mas noutras divisões. 
O médio de formação Agustín Ormaechaea está jogando bem na ProD2 no Mont de Marsan, uma equipa que foi rebaixada em 2013. Ormaechaea jogou os últimos quatro jogos como titular. 
Nas outras divisões na França e também na Itália também há uma presença dos Teros. Jogadores como Guille Lijstentein, Felipe Berchesi, Jerónimo Etcheverry, Alberto Román, Mario Sagario e Juan Diego Ormaechea estão tendo muitos minutos no campo.

Estes jogadores em combinação com os melhores baseado na América do Sul estarão juntos para formar o conjunto dos Teros em 2014. 
Os jogos começarão em Março com o Uruguai enfrentando os Estados Unidos ida e volta, com o vencedor classificando-se para o Mundial de 2015 como Américas 2 no grupo 2, que conta com África do Sul, Samoa, Escócia e Ásia 1. 
O perdedor será conhecida como Américas 3 e entrará no repescagem para se classificar como o Vencedor do Play-Off. 
Mas, por enquanto, o foco está no Rugby Sevens, com início no maior torneio do ano, o Sevens em Punta del Este no passado final de semana. Além de sediar o evento, o Uruguai também jogará em torneios na Argentina, Chile e os Estados Unidos todos em Janeiro. 

Mesmo se não derrotar os Estados Unidos em Março o foco continuará nos Teros. 
O Uruguai jogará no CONSUR A em Maio e na IRB Nations Cup em Junho, quando enfrentará Roménia, Rússia e Emerging Ireland em Bucareste. 
Depois o Uruguai jogará no Americas Rugby Championship em Outubro e dependendo dos resultados das eliminatórias contra os Estados Unidos em Março, depois de enfrentar o Ásia 2, enfrentará o Europa 3 contra África 2 em Novembro. 
O vencedor será confirmado como o Play-Off Winner e entrará no Grupo A do Mundial para enfrentar Austrália, Inglaterra, País de Gales e Oceania 1. 
O jogo de Américas 3-Ásia 2 ainda não foi definido mas é provável que aconteça em Julho.

2014 Datas Importantes
Janeiro
3-4 Punta Del Este Sevens
11-12 Mar del Plata Sevens
18-19 Viña del Mar Sevens
24-26 USA Sevens

Março
22 RWC 2015 Qualification Uruguai v EUA, Estadio Charrúa, Montevideo
29 RWC 2015 Qualification EUA v Uruguai, Fifth Third Bank Stadium, Atlanta

Maio 
CONSUR A

Junho 
IRB Nations Cup

Outubro
Americas Rugby Championship

Novembro
Repescagem da Qualificação do Campeonato do Mundo.

5 comentários:

Anónimo disse...

«Um fator importante para entender como a Roménia jogou tão mal é que na época foi proibido de escolher jogadores atuando fora do país durante a classificação. »

Não, não foi e alguns dos que estavam em França, como o O. Tonita e outros, jogaram.

Paul Tait disse...

Tonita perdeu todos os test matches entre o mundial de 2007 e junho de 2009.

Assim ele não jogou nos eliminatórias contra em 2009:

7 de fev. x Espanha
14 de fev. x Alemanha
28 de fev. x Rússia
21 de Mar. x Portugal

Romenia perdeu contra Rússia e Portugal.

Anónimo disse...

Não encontro as equipas apresentadas pela Roménia nessa época, mas, se me enganei, peço-lhe desculpa.

A ideia que eu tenho é que a Federação Romena estava "farta" de alguns avançados que jogavam em França até porque na RWC de 2007 houve vários problemas (para já não falar no Petre Mitu, problema que já vinha de trás e que falhou essa RWC) e apostou nos jogadores do Bucaresti, mas manteve na equipa alguns avançados em França "bem-comportados" como o Tonita.

Mas se calhar estou a fazer confusão.

EnGdoPau disse...

Equipas da Roménia nessa epoca:

Contra Espanha:
http://www.espnscrum.com/scrum/rugby/match/25774.html

Contra Alemanha:
http://www.espnscrum.com/scrum/rugby/match/25780.html

Contra Rússia:
http://www.espnscrum.com/scrum/rugby/match/25787.html

Contra Geórgia:

http://www.espnscrum.com/scrum/rugby/match/25790.html

Contra Portugal:
http://www.espnscrum.com/scrum/rugby/match/25799.html

Anónimo disse...

Obrigado!

Afinal jogaram vários romenos que estavam em França, a começar pelo famoso pilar Paulica Ion.

Foi tb a época em que o Mitu regressou para pouco depois deixar de jogar outra vez.

Eu estava errado em relação ao Tonita, mas não em relação ao facto de a Roménia ter jogado com jogadores que estavam nos clubes franceses.

Caro Paul Tait,

Já que estava com acesso ás equipas, podia ter reposto logo a verdade toda na sua resposta.

Pela minha parte, peço desculpa pelo erro em relação a um jogador, mas a minha ideia geral estava certa.