16 de janeiro de 2014

LUSITANOS EM DESPEDIDA FRENTE AO STADE FRANÇAIS

Acaba como começou a participação dos Lusitanos na Amlin Challenge Cup, jogando contra o Stade Français, depois de cinco jogos e cinco derrotas que demonstraram que uma equipa portuguesa para jogar de igual para igual com outra qualquer das participantes na prova, tem ainda um longo caminho a percorrer.

Para este jogo de despedida, que se realiza hoje no Universitário de Lisboa, às 20 horas, a equipa portuguesa faz quatro alterações ao XV inicial, em relação ao jogo de sábado, diante do London Irish, em Reading.


Assim, nos oito da frente entra Salvador Cunha no lugar de Vasco Fragoso Mendes (que fica no Banco), e do banco saem João Almeida e Rafael Simões, que embora constando na lista não jogaram em Inglaterra, e para o lugar vago entra Bruno Medeiros.

Nas linhas atrasadas verificam-se as restantes alterações à equipa de início, começando com Diogo Miranda a avançar da ponta para abertura, substituindo Luis Salema que não estará presente assim como Miguel Leal, que dá o lugar a João Diogo Silva.
Duarte Moreira entra para o lugar deixado em aberto pela mudança de Diogo Miranda, enquanto Nuno Penha e Costa, que constava na lista de Londres, mas não jogou, entra para o lugar de Pedro Leal, que fica no banco.
Miguel Lucas que também fazia parte da lista do jogo com os London Irish, mas não jogou, sai da convocatória.

Quanto ao franceses, fazem seis alterações ao XV inicial da semana passada, que defrontou o Cavalieri Prato, com especial incidência nas linhas atrasadas.

Assim, nos avançados, o Stade Français muda os dois pilares, trocando David Attoub por Zurabi Zhvania, e Romain Frou por Davit Kubriashvili, e nas linhas atrasadas muda os médios - Clement Daguin e Peter Lydon passam para o banco, de onde saltam para a equipa principal Richard Kingi e Vincent Mallet - e o par de centros, entrando Jonathan Danty e Wisea Vuidravuwalu, para os lugares de Meyer Bosman e Julien Arias.

A equipa de arbitragem para a partida é romena, comandada por Vlad Iordescu e com Robert Diaconescu e Ionut Bodea nas laterais.

Fique com a constituição das equipas:


Quadro: FPR, Stade Français

7 comentários:

Claudio disse...

10-10 ao fim d'uma primeira parte a guardar para a historia. Os franceses assustaram e fizeram entrar os profissionais do TOP 14 na segunda parte. Por isso, segundo tempo dificil para os Lusitanos, no entanto belissima ultima jogada portuguesa e ensaio consecutivo. Resultado final mais que honoravel. Os velhos, quanto mais velhos, melhores. Os "putos" no TOP. Parabéns. Orgulho en ser fã esta noite. Os actos valem mais que muitas palavras...

Claudio disse...

O que se escreve em França :

Challenge: Paris, 4 à la suite ! Par Sylvain Labbe
Publié le 16 janvier 2014 à 23h12
Oui, le Lusitanos XV a concédé une large défaite (15-48, mi-temps : 10-10) ce jeudi, à Lisbonne, face au Stade Français, mais tout le mérite est à mettre au crédit des amateurs portugais, dont c'était la première participation européenne, capables de tenir en échec à la pause une équipe parisienne certes largement remaniée, mais loin de son standing au cours du premier acte, qui voyait Pedro Bettencourt Avila répondre au premier essai, signé de l'ailier fidjien du Stade Waisea Vuidarvuwalu. A l'issue d'une mi-temps que l'on devine musclée à l'intention d'une équipe, qui avait peut-être oublié la nécessité de s'imposer pour valider la qualification, les Parisiens, comme la semaine dernière face aux Italiens de Cavalieri Prato, se faisaient enfin violence pour inscrire six essais supplémentaires (Porical, Zhvania, pénalité, Bonfils, Kingi, Burban), synonymes de victoire bonifiée, de première place de la Poule 5 et donc de billet pour les quarts de finale. Une bonne habitude pour le Stade au rendez-vous de ce stade de la compétition pour la 4e saison consécutive.


Fonte : http://sports.orange.fr/rugby/coupe-d-europe/breves/challenge-paris-4-a-la-suite-!-668188/

Pedro Vazao disse...

Essa é que é essa! Parabéns a toda a equipa pelo excelente desempenho contra este "colosso" do rugby Europeu. 10-10 ao intervalo numa excelente 1a parte. Ultimo ensaio dos Lusitanos foi de garra! Mais uma vez parabéns pelo desempenho!

Anónimo disse...

muito mal se fala aqui, neste blog! pura maldade e desconhecimento.

Anónimo disse...

Excelente jogo. a equipa e atletas de parabéns. independentemente do resultado, que neste momento é o que menos importa.

Anónimo disse...

E assim se gasta umas centenas de milhar de Euros

Anónimo disse...

Por aquilo que sei e se começa agora a perceber, esta campanha ate deu lucro. Considerando o dinheiro da organização europeia e dos patrocinadores. Foi positivo. A FPR ainda encaixou alguns trocos. Não vai ser por aqui que esta participação na competição terá sido menos boa. :)