6 de abril de 2017

PORTUGAL DEFRONTA E.U.A. NO OPEN DA EUROPE RUGBY SUB-18

Começa amanhã,7 de Abril, o Campeonato Aberto da Europe Rugby de Sub-18 e Portugal vai defrontar neste primeiro dia os Estados Unidos da América, depois do Campeonato da Europa se ter transformado em Campeonato Aberto e ter admitido a participação do Canadá, do Japão e dos já referidos Estados Unidos.

Com esta alteração estrutural, aquele que é o mais antigo torneio internacional de rugby do escalão Sub-18 do mundo, entra na sua 5ª fase.

Com início em 1969, a competição denominou-se até 1991 simplesmente Torneio Junior da FIRA, para a partir de 1992 e até 2004 se chamar Campeonato do Mundo Juniores da FIRA.

Recorde-se que naqueles tempos a World Rugby - que se chamava IRFB (International Rugby Football Board) - não organizava competições, apenas exercendo a sua ação nas questões relacionadas com as Leis do Jogo e pouco mais, e a FIRA - Fédération Internationale de Rugby Amateur - (hoje Europe Rugby) era a única organização mundial de rugby.

Após o primeiro Campeonato do Mundo, em 1987, tudo começou a mudar, em especial após 1995 com a profissionalização do rugby, e a IRB (já tinha perdido o Football) começou a tomar realmente as rédeas do rugby no mundo.

Mas voltando aos Sub-18, em 2004, a World Rugby organizou o primeiro dos seus campeonatos do mundo da categoria substituindo a FIRA, e a FIRA, no mesmo ano voltou às suas fronteiras europeias e a competição passou a chamar-se Torneio Fira de Sub-18, até 2010.

Entre 2011 e 2016 o campeonato passou a ser Da Europa Sub-18, e este ano, voltamos a ter mudanças com a admissão de seleções de fora da Europa, e a designação de Open Championship.

Não sei se esta será uma fórmula para durar, mas ela acaba por ser reflexo da necessidade de reforçar a qualidade da prova, que perdeu, depois de 2015, a participação da Inglaterra, Escócia, País de Gales, Irlanda e Itália.

Este ano o Campeonato Aberto será dividido em quatro grupos, como indicado a seguir, e os três primeiros disputam-se em seis estádios da Bretanha Francesa, começando amanhã.
A Conferência 2 será disputada a partir do dia 16 de Abril, na Eslováquia e o responsável máximo da Organização será o português Mário Costa (FPR).

CHAMPIONSHIP
8 equipas
TROPHY
8 equipas
CONFERÊNCIA 1
4 equipas
CONFERÊNCIA 2
8 equipas
FRANÇA
GEÓRGIA
PORTUGAL
BÉLGICA
ESPANHA
CANADÁ
JAPÃO
ESTADOS UNIDOS
ALEMANHA
RÚSSIA
ROMÉNIA
POLÓNIA
HOLANDA
REP. CHECA
UCRÂNIA
LUXEMBURGO
LITUÂNIA
LETÓNIA
DINAMARCA
ANDORRA
SUIÇA
CROÁCIA
HUNGRIA
MOLDÁVIA
SÉRVIA
BULGÁRIA
ISRAEL
ESLOVÁQUIA

No Championship os jogos do primeiro dia serão, além do Portugal-Estados Unidos, o França-Espanha, o Japão-Bélgica e o Geórgia-Canadá.
Note-se que a equipa europeia que terminar na melhor posição será declarada Campeã da Europa.

Conheça a constituição da nossa equipa nacional do escalão e quem são os seus responsáveis.



3 comentários:

Paulo Paiva dos Santos disse...

Desejo a esta grande (enorme mesmo) equipa todo a sorte possível! Percebemos com o exemplo dos sub-20 que não há limites para o sucesso! Força rapaziada, estamos juntos!
Paulo Paiva dos Santos

Placador disse...

Grande vitoria dos nossos Lobinhos por 26-5 frente aos EUA. O que e incrivel e que uma nacao de aproximadamente 11 milhoes e com menos de 1000 praticantes neste escalao consegue estes resultados... Pena que depois quando chegmos a idade adulta nao tenhamos as mesmas ferramentas (leia-se recursos, dinheiro e campeonatos estruturados e competitivos) para que esta realidade competitiva se mantenha... Tanto potencial... Estes njovens nao merecem isso... Merecem o melhor par poderem progredir a niveis que merecem e que demonstram....

Parabens aos lusos guerreiros que tanto nos orgulham

Pedro disse...

Parabéns aos Lobitos que venceram este primeiro jogo! Grande defesa com grandes placagens lá bem em baixo! Boa sorte agora para os próximos jogos, com esta atitude podemos chegar bem longe, independentemente do poderio dos adversários!
Queria deixar a informação que a entidade reguladora do rugby de clubes europeu (EPRC) escolheu Bilbau para acolher as finais da Champions Cup e da Challenge Cup em 2018! Devíamos pressionar (criando a estrutura para acolher este evento) em Lisboa.. chamávamos interesse de patrocinadores, clubes e proporcionavam-se duas finais europeias em Lisboa, cheia de sol e como ainda por cima está na moda, é grande candidata (não há clubes espanhóis nas competições europeias, nem uma cultura enormissima de rugby em Bilbau, pode haver no país basco mas essencialmente na parte francesa)