29 de maio de 2012

SUB-18 - CDUP EM GLÓRIA É GARANTE DE FUTURO

O FUTURO DO RUGBY NO PORTO ESTÁ ASSEGURADO e a prova disso é o sucesso na Taça de Portugal - a segunda em dois anos - conseguido com uma vitória sobre o Direito por 27-20.

Depois dum Campeonato Nacional onde andou sempre entre os primeiros - terceiro na fase de apuramento, segundo no final - o CDUP progrediu sem grande dificuldade até à meia final da Taça, onde eliminou a Académica, e se afirmou em definitivo como uma das duas melhores equipas portuguesas do escalão.

E na final encontrou a outra equipa que ocupa consigo (e com a Académica...) o primeiro andar dos Sub-18, e conseguiu renovar a sua Taça e terminar a época em beleza...

O Direito foi durante toda a época a melhor equipa do escalão - primeiro na fase de apuramento, primeiro no final - mas não resistiu à insistência dos portuenses e teve que se contentar com a segunda posição na Taça de Portugal, depois de ter eliminado o Cascais nos oitavos de final.



Fotos: Maurício Soares/Facebook e gddireitosub-16/Picasa

10 comentários:

Anónimo disse...

Grande equipa. A equipa do futuro. Trabalho sério.

Anónimo disse...

Parabéns ao CDUP pela vitória, mas queria deixar uma palavra aos jovens advogados que realizaram uma excelente exibição.

Não podemos esquecer que a equipa do Direito apresentou no seu XV inicial 11 jogadores de 1º ano de Sub 18, enquanto o CDUP apresentou apenas 3 jovens de 1º ano.

Com isto não quero tirar o mérito à brilhante vitória do CDUP e dos seus futuros grandes jogadores.

Anónimo disse...

o cdup tinha 5 de 1º ano e um sub 16 a jogar. Fica o registo.

Anónimo disse...

Independentemente das tendência clubisticas, queria salientar aqui o excelente ambiente que se viveu neste dia e Estádio e dar os parabéns á organização do evento pelo local escolhido digno desta prova e...pelo bar aberto!!
Até para o ano!

Luis Bessa disse...

Parabéns a ambas as equipas. Infelizmente não vi o jogo, mas todas as opiniões que me chegaram, dizem que foi um jogo de excelente qualidade e de grande desportivismo. Assim sendo, também todo o rugby está de parabens. Um abraço oval.

Luís Bessa

Anónimo disse...

O CDUP, no escalão de sub 18, na época passada (2010/11), apresentou-se com uma equipa maioritariamente de primeiro ano durante a maior parte da época. Isso nunca foi usado para desculpar qualquer resultado menos positivo que a equipa conseguiu no ano passado, portanto não me parece que deva ser usado como desculpa para o resultado da final.

Contudo, tenho pena que ambas as equipas não se possam ter apresentado na sua máxima força nesta final devido a lesões, ou quaisqueres outras razões.

Parabéns às duas equipas pelo escelente jogo.

António José F.Aguilar disse...

Confirmo a Festa de Rugby que assisti no «Sérgio Conceiçaõ», em Taveiro, a boa organizaçaõ e apoio da secçaõ de Rugby da Académica de Coimbra,as duas boas finais de Taça e o espírito de rugby e desportivismo que todos os jovens jogadores e treinadores demonstraram.Os responsáveis da FPR que lá estiveram deveriam dar conta disso públicamente ou pelo menos internamente e junto do presidente da FPR.
A fechar uma nota pessoal: mais uma vez tive oportunidade de trocar impressões com o Joaquim Ferreira, treinador dos Sub-18 do CDUP, sobre os modelos competitivos nestes escalões de Sub-16 Sub-18 e até Sub-21 -e basta ver a sua equipa actuar para perceber que está ali a sua matriz de grande jogador que foi e capitão da selecção - para perceber que ele deve ser chamado à discussão de algumas matérias de fundo do nosso rugby.
E nós no G.D.Direito estamos em sintonia com tudo aquilo que se falou... ou seja que nestes Sub-16 e Sub-18 o campeonato é longo e pouco competitivo,é preciso no mínimo uma Final Four com seis jogos à séria!!
Por fim um agradecimento muito especial ao Jaime Carvalho, da Académica, pela forma como Todos fomos recebidos.
Um desafio: para o ano de novo as Finais da Taça em Taveiro!!!


Abraço

António José F.Aguilar

( Director do G.D.Direito)

Manuel Cabral disse...

Fico bastante satisfeito pelo que dizes António Aguilar, no que respeita à organização e à Festa!
Quanto à organização das competições os sub-16 e sub-18 concordo com as duas voltas na fase final, mas para já, e com as informações de que disponho, continuo a aceitar a fase de apuramento com 10 equipas.
Abraço

Silvino Salgueiro - Il Padrino disse...

Um dos meios de promover o rugby por esse país fora, é descentralizar os grandes eventos, como foi caso este fim de semana em Coimbra. Movimentam-se adeptos e outras pessoas que não o sendo acabam por passar a sê-lo. Promove-se o convivio entre as pessoas e desenvolve-se o espirito desportivo. Em Coimbra sabemos receber bem e só não o fazemos mais vezes porque não nos dão essa oportunidade (ou não nos deixam). Feliz a marcação destas finais da taça para Coimbra. O rugby está de parabéns.

Anónimo disse...

Olá a todos,

Como todos os demais, não queria deixar de dar os meus sinceros parabéns à FPR e à AAC pela organização do jogo e pela excelente 3ª parte proporcionada às 4 equipas.

Queria dar também os meus sinceros parabéns às 4 equipas, pois, aproveitando a organização, mostraram, a quem quis ver, aquilo que pode ser este nosso desporto chamado rugby!

No entanto, não posso deixar de fazer uma pequena ressalva ao título da mensagem colocada neste blog, "CDUP em glória é garante de futuro".

Percebo os critérios jornalisticos e até a bondade do referido título.

No entanto, como treinador da referida equipa do CDUP, não posso deixar de advertir para o perigo que a sua mensagem, se entendida literalmente, poderia constituir para o futuro dos nossos jovens jogadores.

É que, poderiam aqueles, caso desprevenidos, julgar que o facto de terem ganho a Taça de Portugal - e, até, os demais troféus que foram consquistando nestes últimos dois anos - seria um garante de sucesso no futuro.

Na verdade, creio bem que não seja.

Antes, e bem pelo contrário, creio bem que apenas o seu trabalho futuro poderá ser garante de futuro. Isto mesmo, foi aquilo que foi transmitido aos jogadores no final do jogo e já esta semana.

Creio bem que apenas uma mensagem que se distancie de vitórias e derrotas, de glórias e feitos precoces, para se centrar definitivamente no seu desenvolvimento global, vale a pena transmitir a jogadores em formação, como estes Sub 18.

Creio bem que apenas esta pode ser a mensagem a transmitir a jovens, que se querem homens de futuro, integrais, jogadores de rugby, no escalão sénior, e se possível, orgulhosos Lobos!

Termino, reiterando que escrevi este comentário com a única intenção de transmitir esta minha (nossa, CDUP) posição e estar longe de mim fazer aqui uma qualquer critica ao autor do blog, a quem, desde já, muito agradeço a dedicação ao rugbyí

Um abraço a todos,

João Pedro Varela Gomes