28 de fevereiro de 2017

PORTUGAL NA HOLANDA NUM JOGO DE TUDO OU NADA

Praticamente 15 anos depois duma vitória em Amesterdão por 27-11, Portugal volta a defrontar a Holanda para o Campeonato da Europa, mas neste período de tempo muito se passou no rugby nacional, e também no rugby holandês.

Portugal começava nessa altura a preparar a equipa que viria no ano seguinte (2003) a vencer os cinco jogos disputados a contar para a Divisão 1A da Europa, o actual Championship, batendo a Geórgia por 34-30, a Roménia por 16-15, a Republica Checa por 43-10, a Espanha por 35-16 e a Rússia por 25-14, feito que juntou às quatro vitórias do ano seguinte (apenas perdemos para a Roménia) e nos deu o único título Europeu da nossa história.


Entretanto, a Holanda baixava à Divisão 1B do Europeu, e as duas selecções nunca mais se encontraram, até que em 2016, Portugal perdeu todos os jogos disputados e foi por seu turno rebaixada à agora renomeada Rugby Europe Trophy, onde vai encontrar uma Holanda fortalecida, e disposta a tentar o seu regresso ao convívio dos grandes.

Será que Portugal vai conseguir vencer e dar um novo alento não apenas ao nível da selecção, mas também dos clubes e jogadores de base, tão carentes de uma vitória significativa..?


OS ÚLTIMOS 12 JOGOS DE PORTUGAL







8 comentários:

Rugby Veritas disse...

Mas os Holandeses têm quantos elementos nascidos na Holanda na equipa? Isto já é um franco exagero.....estas regras têm de ser revistas urgentemente!

António Vidigal disse...

Talvez seja melhor nós adaptarmos-nos às regras que existem, em vez de estarmos sempre a pedir que se mudem as regras, quando estas não nos agradam. Já basta o que acontece na competição nacional.
Os dirigentes federativos e dos clubes que normalmente fornecem atletas que se deixem de peneiras e arrogância e que abram as portas ao que todos os países do mundo fazem.
Há 43 anos que deixámos a política do "Orgulhosamente Sós".
A globalização também chegou ao rugby!
O único aspecto a garantir é o máximo sucesso da selecção e de Portugal e para isso têm que jogar os melhores atletas que cumprem os critérios actualmente existentes. Não nasceram em Portugal? Temos pena dos que nasceram, mas se não são os melhores têm que trabalhar mais para o ser. Até lá dêem o lugar aos melhores.
Portugal merece melhor! O Rugby Nacional merece melhor!

Leo Leo disse...

For a Portugal !!!
Esperemos que consigo um bom resultado... a vitória... com ponto bônus seria óptimo.
Dos jogadores a jogar fora de Portugal, só foi convocado o Aderito Esteves... porque não chamamos uma 1e linha experiente : Mike Tadjer Barbosa, Spachuk, Francisco Fernandes, Gomes Sá, etc... não faltam jogadores experientes.

Leo Leo disse...

Com Antony Alves, Beco, Bettencourt, Jose Lima, Thomas Martins, a missão seria mais fácil !

Porque a FPR não quer convocar os lusos descendentes ?
Discriminação ?????

Duarte disse...

Em vez da Selecção Nacional, vai uma equipa de convites.

Claudio disse...

A ausência de muitos dos jogadores de França parece-me ser a consequência da política dos últimos anos e da descida de divisão á que levou, apesar da boa vontade exprimida por parte do atual treinador para integrar os "franceses" á seleção.

Sempre foi difícil garantir a disponibilidade dos jogadores franceses do campeonato Prod2 por parte de quem os paga e por vezes por parte mesmo do próprios jogadores que devem assumir as possíveis lesões, mas claro que ainda ia ser mais complicado com uma seleção a jogar na terceira divisão europeia contra a Polónia ou até mesmo contra a Holanda.

No entanto, parece-me que mesmo sem esses jogadores, temos equipa para ganhar aos holandeses.

Oxalá que não esteja enganado.

Força !

Leo Leo disse...

Ganhamos, 26 - 10
Não vi o jogo... quem poderá dar a sua análise do jogo ?

Leo Leo disse...

Grande vitória 59-0 sobre a Moldávia.
Parabéns aos jogadores.