28 de maio de 2017

GUIMARÃES A 80 MINUTOS DA PRIMEIRONA

Com uma vitória por 53-0 sobre o Belas, o Guimarães praticamente garantiu a presença na final do Campeonato Nacional da 2ª divisão, e com isso ganhou o direito a disputar a Primeirona no ano que vem.

A vitória apesar da dureza dos números não espanta quem acompanhou a Segundona, já que os vimaranenses mostraram clara superioridade sobre os seus adversários do Norte e Centro, enquanto o Belas se ficou pela terceira posição na zona Sul/Lisboa, acedendo às meias finais em consequência da impossibilidade administrativa do Elvas em passar à fase final da prova.


Assim, com 53 pontos de vantagem, mesmo perdendo em Guimarães, seria necessário que os esquilos conseguissem marcar mais pontos dos que os obtidos agora pelo Guimarães, o que - e sem qualquer desprimor pela equipa sintrense - não parece que vá acontecer.

A confirmar-se este vaticínio, essa será a quarta final seguida em que o Guimarães participa, tendo perdido o título para o Vila da Moita (2013-14), para o CR Técnico (2014-15) e para o Bairrada (2015-16).

AGRÁRIA VENCE EM COIMBRA, MAS TUDO FICA EM ABERTO
Uma vitória por 20-13 da Agrária sobre o Loulé, na outra meia final, deixa tudo em aberto para a segunda mão, a realizar em Vilamoura, por interdição do campo João Adelino Gonçalves como resultado de factos acontecidos na 4ª eliminatória da Taça de Portugal que se disputou naquele campo em 7 de Janeiro.

Sem pretender discutir as causas e os termos do castigo, não podemos deixar de estranhar que a decisão tenha levado mais de quatro meses a ser tomada (publicada a 19 de Maio no Boletim Informativo da FPR), obrigando o Loulé a jogar em campo neutro a meia final da prova que devia jogar em casa, o que acaba por ter um peso desproporcional ao pretendido pelo Código Disciplinar da FPR, e sem observância do que dispõe o artº 39º-2, que chama a atenção para que a decisão de um processo disciplinar deve ser tomada no prazo máximo de 30 (trinta) dias.

Mas o que é um facto é que o Loulé não vai jogar em casa este importante encontro, para o qual parte com a desvantagem de um ensaio transformado, o que não sendo o ideal, permite sonhar com a passagem à final.
Mas a Agrária também sonha, e neste caso sonha com vantagem de sete pontos!

Jogo de grande emoção e intensidade, que pode levar a Primeirona a correr o país do Minho ao Algarve!
Isto, claro, se os charruas não conseguirem manter a vantagem que levam!


1 comentário:

jorge rasteiro disse...

Grufc 74 - Belas 03
Resultado final
Grufc na 1 divisao