21 de agosto de 2015

ELEIÇÕES EM OUTUBRO, CONGRESSO EM NOVEMBRO

A realização de um Congresso do rugby português tem sido sugerida ao longo dos últimos anos por defensores de diversas tendências para o desenvolvimento da nossa modalidade e curiosamente surge marcado agora para o mês de Novembro, pouco depois das eleições federativas, que se realizam estatutariamente no mês de Outubro deste ano.

Claro que a escolha da data não é ingénua, e é mais uma demonstração de desprezo pela comunidade do rugby nacional por parte de Amado da Silva, que está muito próximo de um gesto final do actual presidente, como quem diz: estou-me nas tintas para todos vocês!!!


É claro que Amado da Silva marcou este Congresso apenas para poder dizer "vocês queriam, agora aguentem com ele", já que, se para as eleições de Outubro os candidatos para Presidente terão que apresentar um programa eleitoral contendo as linhas básicas da sua ação para cada sector da actividade, e o seu mandato se prolongará até final de 2019, como se articula isto com um Congresso que pretende estudar, discutir e votar as conclusões relativas...ao Rugby em Portugal – Projeto para uma Década 2015-2025?

Ou seja, pretende-se fazer eleições num mês, tendo em consideração o que os candidatos propõem para o desenvolvimento do rugby português no próximo quadriénio, e poucas semanas depois fazer um Congresso que vai decidir o que deve ser feito no rugby português na próxima década...

Perde-se assim a utilidade do Congresso, que se fosse realizado uns meses antes das eleições faria todo o sentido, e tenta-se restringir o direito conquistado nas urnas pelo novo presidente federativo no que respeita ao cumprimento do seu programa eleitoral.

Amado da Silva, duma só penada, reduz dois dos principais actos do rugby nacional, que deveriam revestir-se de toda a dignidade, a uma mera palhaçada de fazer corar de vergonha qualquer criança de dois anos.

Se não fosse triste seria motivo de riso...

1 comentário:

Antonio Freitas disse...

Ao que parece as datas ainda não estão marcadas e pelos estatutos com a eleição de delegados e um conjunto de outros procedimentos nada levam a querer que sejam tão sedo , quando no momento ainda nada foi feito !

Muito provavelmente serão depois deste tal congresso que tem data marcada para o inicio de Novembro ! o que em ternos concretos pela ideia transmitida pela noticia fará todo o sentido .