7 de fevereiro de 2018

RUGBY NACIONAL NÃO PÁRA PARA O JOGO DA SELEÇÃO NACIONAL

Num fim de semana dominado pelo encontro entre Portugal e a Holanda a contar para o Europe Trophy, nas competições nacionais o destaque vai forçosamente para a 13ª etapa da Primeirona, embora não se aguardem mudanças significativas no posicionamento das equipas na tabela classificativa, com o Caldas, que lidera, a receber o sexto classificado, o Vila da Moita, embora a esperada vitória dos pelicanos não venha trazer mal maior aos moitenses, que levam uma confortável vantagem de 10 pontos sobre o sétimo classificado, o CR Técnico.


O segundo classificado, o CRAV, recebe nos Arcos o Loulé e também aqui o favoritismo é completo para os donos da casa, que terão que lutar em todas as jornadas para conseguirem anular a pequena desvantagem de um ponto que os separa da liderança..

O encontro que se espera venha a ser o mais equilibrado do fim de semana, o São Miguel recebe o Santarém no 1º de Maio, e o resultado desta partida pode provocar alterações entre o terceiro e o quarto classificado.
Em caso de derrota, o Santarém fica ao alcance do Guimarães, que folga nesta etapa, mas se vencer vai ultrapassar o seu adversário do dia e consolidar a sua presença no play-off final. Recorde-se que na próxima etapa, a 14ª que se jogará nos dias 17 e 18 de Fevereiro, os cavaleiros terão que se deslocar ao Minho para enfrentarem precisamente os vimaranenses.

Na última partida do fim de semana, o Bairrada recebe o CR Técnico, com a possibilidade de assaltar a sétima posição e ficar aguardando uma (pequena) oportunidade para tentar ainda fugir ao rebaixamento automático.

SEGUNDONA EM JORNADA QUE SE PREVÊ CALMA PARA OS LÍDERES
Na zona Sul/Lisboa o líder desloca-se a Queluz para defrontar o Belas, mas tem sido tão grande a superioridade dos elvenses que só se pode prever a sua vitória na partida e a manutenção só com vitórias na liderança, enquanto o segundo classificado, o Galiza, vai à Sobreda defrontar a FC Tecnologia, e também aqui se espera a vitória dos visitantes, que assim manterão a sua posição na tabela.
Em Mem Martins o Ubuntu recebe o CR Setúbal e tem uma rara oportunidade de vencer a sua primeira partida na competição, atendendo ao momento que os setubalenses atravessam, e ao factor casa que pode ser determinante.

Na zona Centro/Norte os dois primeiros devem conseguir vencer e manter sem alteração as posições entre si, mas mesmo em caso de derrota de um deles o máximo que poderá acontecer (no caso de vitória da Agrária e derrota do Braga) será a troca de posição entre eles.
O Braga recebe o NR da Lousã e dificilmente será surpreendido, tal como a Agrária face ao Prazer de Jogar.

Uma nota curiosa para dar a conhecer o que os "pequenos" clubes vão fazendo pelo rugby nacional, mesmo perante todas as dificuldades que lhes são colocadas diariamente, umas fruto das próprias contingências das competições, outras por ignorância de quem manda e infelizmente, pode.
Refiro-me neste segundo caso à desnecessária alteração da nomenclatura das competições nacionais, que mostram o desconhecimento da actual gestão federativa quanto à importância que tem tido no desenvolvimento do rugby as designações de 1ª Divisão e 2ª Divisão para os segundo e terceiro escalões competitivos nacionais.
Muito do apoio conseguido pelos clubes da província, que fizeram a sua vida quase toda nestes escalões competitivos, foi consequência do fato de disputarem ou terem acesso a uma 1ª divisão, e só quem não conhece a ponta dum cabelo da história do rugby (e do desporto) nacional ignora este facto.
Agora, transformando a Divisão de Honra em 1ª Divisão e a 1ª Divisão em 2ª Divisão - e noutros casos em 3ª Divisão - a dificuldade nos apoios autárquicos multiplica-se e pode mesmo levar ao desaparecimento de alguns clubes que tanto têm feito pelo rugby nacional.
Parece estranho, mas é a pura verdade e só podemos dar um conselho - não sabem, não mexam!

Mas voltando à tal nota curiosa, chegou-nos a informação que o rugby da Lousã, este fim de semana, vai ter equipas em acção em pontos bem diversos do território nacional, com os seniores do Núcleo
a irem a Braga, no sábado às 15.30, os Sub-18 a deslocarem-se a Évora no mesmo dia às 15 horas, os Sub-16 a viajarem a Setúbal também no sábado às 12 horas, e finalmente, no mesmo sábado, os Sub-8, 10 e 12 estarão em Lisboa no Convívio Nacional a partir das 12 horas!

Outros clubes têm actividade semelhante, mas este exemplo da Lousã reflecte o imenso trabalho que é feito um pouco por todo o lado, e que é sistematicamente esquecido pelos responsáveis nacionais e desprezado pelos ditos clubes "grandes" da capital...
Mas nós sabemos que é nestes clubes e neste esforço que reside o verdadeiro espírito do rugby, e é por todos estes pequenos clubes que existem um pouco por todo o país, que continuamos a divulgar o que se vai fazendo por todo o lado!

6 comentários:

Claudio disse...

Em relação ao jogo da SN, não há jogos do Top14 e da Prod2 este fim de semana... Vamos ver se tem alguma incidência sobre a disponibilidade dos “franceses”.

E quem não viu o jogo da França de sábado, fica a saber que o Gomes Sà, do Racing, com nacionalidade portuguesa (informação conformada pela imprensa francesa), jogou com a França... e até jogou bem !

Caposo disse...

A ver vamos era realmente interessante que os "Franceses" viessem acrescentar algo a nossa seleção visto estarem em um campeonato mais competitivo e é meter toda a carne no assados vamos embora Lobos.

E quanto a 1ª Divisão preparem-se que vem ai surpresas vai ficar um reboliço as equipes estão todas taco a taco ai vai correr muito suor placagens...


E Parabens Mão de Mestre pelo seu excelente trabalho e dedicação pelo no Rugby Nacional.
Era impecável se fosse tomar conta do Site da Federação isso é que era !

Claudio disse...

Saiu a convocatória... nem um « francês » nem mesmo os mais portugueses dos franceses que costumam vir, nem Bettencourt, nem Lima, nem Adérito Esteves...

No entanto um ponto positivo : a convocatória de Hugo Valente, mas não sei como o jogador está agora, não o vejo jogar há muito tempo.

Caposo disse...

E na 1ª Divisão surpresas...
Esta uma loucura este campeonato.

Leo Leo disse...

Contra a Holanda, o grupo provo que era suficiente, e o resultado confirma.
Ágora, contra a Espanha que deverá obter a terceira posição no Europe Championship, e tudo indica que será o adversário de Portugal no Qualifier 4 de acesso ao Mundial de 2019, será mesmo preciso reforçar os Lobos.
Nas melées, até os holandeses foram melhores que nos... com a Espanha, não haverá jogo. Os que cá estam até são bons jogadores mais lhe faltam experiência do alto nível.

Quanto a Cedric Gomes Sá, eu lhe vi jogar ainda nas camadas nove me, aqui em Paris e sei que ele estava a espera da chamada para integrar os Lobos... uma vez mais, deixamos escapar um pilier de nível mundial... somos mesmos burros ?
Não sei...

Força Portugal, Força os Lobos

Leo Leo disse...

Artigo sobre o Cedric... um luso titular no XV francês.
É pena que a FPR não o tenha chamado quando era mais jovem (ainda um ano atrás) porque ele estava interessado para jogar como Lobo !
Boa sorte Cedric !
Defonce tout mon grand !

Leonardo de Paris